Guarda Municipal reforça fiscalização nas praias de Salvador durante a Semana Santa

salvador
31.03.2021, 14:49:35
Atualizado: 31.03.2021, 14:52:10
(Foto: Jefferson Peixoto/Secom)

Guarda Municipal reforça fiscalização nas praias de Salvador durante a Semana Santa

Mais de 100 agentes participam da Operação Tira o Pé da Areia

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Durante este feriadão de Semana Santa, a Guarda Civil Municipal (GCM) realiza a Operação Tira o Pé da Areia com o objetivo de garantir o cumprimento das medidas restritivas para conter o avanço da Covid-19, que incluem a não utilização das praias de Salvador pela população. Mais de 100 agentes participam da ação. 

São aproximadamente 60 km de orla monitorados durante a semana e com fiscalização intensificada aos fins de semana. As equipes da GCM percorrem todo trecho da orla de Salvador, de São Tomé de Paripe até a Praia do Flamengo. Na ocasião, os guardas orientam os cidadãos para que não utilizem estes espaços, garantindo assim o isolamento social.

O diretor-geral de Segurança e Prevenção à Violência, Maurício Lima, afirmou que tem percebido uma movimentação maior das pessoas nas praias durante estes últimos fins de semana de prolongamento das medidas restritivas. Contudo, não tem havido necessidade de um posicionamento mais incisivo dos guardas na condução da operação.

"Nos primeiros dias de medidas tínhamos visto a situação controlada, com poucas pessoas infringindo os decretos. Neste último, que foi de muito sol, percebemos uma demanda maior de pessoas nas praias. A abordagem sempre é feita de forma orientar sobre a determinação vigente, os cidadãos assimilam e se retiram das praias", relatou.

O diretor destacou ainda uma situação que chamou a atenção do grupamento no fim de semana passado: uma das barreiras físicas instaladas em Ondina foi vandalizada pela população. Acima do buraco feito no tapume, havia um galhardete informando sobre a interdição do local.

"Este fato entristeceu as equipes. Temos atuado incansavelmente para que não haja aglomeração nas praias. A população precisa colaborar para que consigamos deter a transmissão do coronavírus e, assim, preservar a vida de todos", apelou Lima.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
  • Assinaturas: 71 3480-9140
  • Anuncie: 71 3203-1812
  • Ache Aqui Classificados: 71 3480-9130
  • Redação: 71 3203-1048