Guia da Série B: Vitória sonha com o retorno à elite do futebol

e.c. vitória
07.08.2020, 05:00:00
A taça da Série B (Lucas Figueiredo/CBF)

Guia da Série B: Vitória sonha com o retorno à elite do futebol

Principal desafio do Leão no ano, torneio começa nesta sexta (7); veja raio-x dos 20 times

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Série B teve seu início adiado em três meses, por causa da pandemia do novo coronavírus, mas finalmente começará: os primeiros jogos serão disputados nesta sexta-feira (7). Desta vez, o calendário invadirá o ano de 2021, com previsão do término do campeonato em 30 de janeiro. Também por conta da covid-19, os jogos serão realizados sem público, com portões fechados.

A "Segundona" é o maior desafio do Vitória em 2020. E é preciso foco e bom desempenho, afinal, o retrospecto do Leão está turbulento. Ano passado, lutou durante boa parte do torneio para não ser rebaixado à terceira divisão. E, neste ano, passou invicto pela fase de grupos da Copa do Nordeste, com três triunfos e cinco empates nos oito jogos, mas acabou derrotado nas quartas de final pelo Ceará, por 1x0, e foi eliminado do Baianão sem sequer passar da primeira fase - apesar de ter usado um time de aspirantes em quase todas as partidas.

O último acesso do Vitória à Série A aconteceu em 2015
(Foto: Mauro Akin Nassor/CORREIO)

Neste ano, a Série B terá a presença de dois times que nunca haviam sido rebaixados. O primeiro é o Cruzeiro, tetracampeão brasileiro e bicampeão da Libertadores. Considerado um dos maiores clubes do país, está passando por fase financeira turbulenta, mas a tradição e o orçamento o colocam como candidato natural a uma das quatro vagas do acesso. 

O segundo é um caso curioso: a Chapecoense. Apesar de já ter disputado a Série B, a equipe vinha em uma trajetória ascendente, apenas com acessos. Porém, teve desempenho ruim na primeira divisão em 2019 e caiu.

Com a presença do Cruzeiro, serão dois os campeões de Série A presentes na B neste ano - o outro é o Guarani, vencedor em 1978. Há cinco times que já foram campeões da segunda divisão nesta disputa de 2020: América-MG (1997 e 2017), Guarani (1981), Paraná (1992), Sampaio Corrêa (1972) e Juventude (1994).

O Vitória fará sua estreia no sábado (8), às 19h, contra o Sampaio Corrêa, no Barradão. Antes, na sexta (7), às 19h15, Cuiabá e Brasil de Pelotas farão, na Arena Pantanal, o duelo que dará o pontapé inicial para a competição. Às 21h30, é a vez de Confiança x Paraná no Batistão, em Aracaju.

A primeira rodada ainda terá, no sábado, Juventude x CRB (11h), Operário x Figueirense (16h), Cruzeiro x Botafogo-SP (19h), Avaí x Náutico (19h), CSA x Guarani (21h) e Ponte Preta x América-MG (21h); e no domingo, Oeste x Chapecoense às 11h.

OS JOGOS DO VITÓRIA NO PRIMEIRO TURNO:


Pelo Brasil
A Série B dobrou a quantidade de times nordestinos de um ano para o outro: de três em 2019 para seis atualmente. CRB e Vitória são remanescentes do ano passado (o Sport subiu para a primeira divisão) e ganharam a companhia do CSA, que veio rebaixado da Série A, e de Náutico, Sampaio Corrêa e Confiança, trio que chegou da C.

Assim, o Nordeste é a segunda região com mais representantes, empatada com o Sudeste. Estão atrás do Sul, que possui sete times. Fechando a lista, o Centro-Oeste tem apenas o Cuiabá. O Norte não está contemplado.

Na divisão por estados, há equipes de 11 diferentes. São Paulo tem o maior número, com quatro: Botafogo-SP, Guarani, Oeste e Ponte Preta. Em seguida, aparecem na lista Santa Catarina com a trinca Avaí, Chapecoense e Figueirense; Minas Gerais (América-MG e Cruzeiro), Rio Grande do Sul (Brasil de Pelotas e Juventude), Paraná (Operário e Paraná) e Alagoas (CRB e CSA), com dois cada; e Bahia (Vitória), Sergipe (Confiança), Pernambuco (Náutico), Maranhão (Sampaio Corrêa) e Mato Grosso (Cuiabá), com um cada.

O CORREIO elaborou um guia apresentando o Vitória e os 19 times que ele terá pela frente. O guia está dividido em três blocos: o primeiro traz as equipes que chegaram da Série A, rebaixadas. O segundo tem quem já estava na Série B. E o último, aqueles que conseguiram o acesso através da Série C em 2019. 

BLOCO 1: OS REBAIXADOS

AVAÍ
Nome: Avaí Futebol Clube
Fundação: 01/09/1923 | Cidade: Florianópolis-SC
Apelido: Leão da Ilha
Estádio: Ressacada | Capacidade: 17.800 pessoas
Treinador: Geninho
Quando enfrentará o Vitória: 15ª rodada e 34ª rodada

O Avaí fez péssima campanha em 2019 e terminou na lanterna da Série A, com 20 pontos somados nos 38 jogos. Foram apenas três vitórias, além de 11 empates e 24 derrotas. Seu melhor ano na Série B foi 2016, quando garantiu o vice-campeonato. Contratou nesta semana Geninho, ex-Vitória, como técnico. Em suas passagens anteriores no clube, o treinador tem dois acessos à primeira divisão (2014 e 2018) e um título estadual (2019).

Geninho conquistou dois acessos ao Avaí em passagens anteriores
(Foto: André Palma Ribeiro/Avaí FC)

CHAPECOENSE
Nome: Associação Chapecoense de Futebol
Fundação: 10/05/1973 | Cidade: Chapecó-SC
Apelido: Chape
Estádio: Arena Condá | Capacidade: ‎20.089 pessoas
Treinador: Umberto Louzer
Quando enfrentará o Vitória: 16ª rodada e 35ª rodada

A Chape foi rebaixada pela primeira vez em 2019, após seis anos na primeira divisão. O time estreou na Série D em 2009, confirmou o acesso à Série C e ficou três anos na terceirona, até 2012. Em 2013, participou da Série B de forma relâmpago: em apenas um ano, conquistou o vice-campeonato e chegou à elite. Por isso, chega com status de time grande à segunda divisão. Em seu elenco, tem um conhecido do torcedor do Vitória: Anselmo Ramon. Pelo Leão, o centroavante disputou 32 partidas e marcou sete gols. 

Louzer quer repetir feito de 2013 e subir com a Chape de forma relâmpago
(Foto: Márcio Cunha/ACF)

CRUZEIRO
Nome: Cruzeiro Esporte Clube
Fundação: 02/01/1921 | Cidade: Belo Horizonte-MG
Apelido: Raposa
Estádio: Mineirão | Capacidade: 62 mil pessoas
Treinador: Enderson Moreira
Quando enfrentará o Vitória: 9ª rodada e 28ª rodada

O Cruzeiro fazia, até 2019, parte da seleta lista dos times que nunca caíram à Série B. Porém fez uma péssima campanha e seus 36 pontos não foram suficientes para se manter na primeira divisão. Por ser um gigante que está na divisão de acesso de forma inédita, a Raposa é, pelo menos teoricamente, favorita para o título. Por outro lado, o clube passa por sérios problemas financeiros e, por causa das dívidas, foi punido pela Fifa e teve seis pontos abatidos sem nem mesmo estrear. 

O Cruzeiro, do técnico Enderson Moreira, disputará a Série B pela primeira vez
(Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)

CSA
Nome: Centro Sportivo Alagoano
Fundação: 07/09/1913 | Cidade: Maceió-AL
Apelido: Azulão
Estádio: Rei Pelé | Capacidade: 19 mil pessoas
Treinador: Eduardo Baptista
Quando enfrentará o Vitória: 12ª rodada e 31ª rodada

Maior vencedor do Campeonato Alagoano, com 39 títulos, o CSA tinha feito uma subida meteórica nos últimos anos, quando foi vice-campeão da Série D em 2016, campeão da C em 2017 e vice da B em 2018. Porém, ano passado, a campanha foi ruim e o time terminou a Série A na 18ª posição, com 32 pontos, vontando para a segundona. Surpreendeu na montagem do time para 2020, contratando nomes como Rodrigo Pimpão (ex-Botafogo), Márcio Araújo (ex-Flamengo) e Allano (ex-Bahia). Na Copa do Nordeste, contudo, decepcionou e foi eliminado cedo. E, no estadual desse ano, ficou em segundo, perdendo para o rival CRB por 1x0.

Após ascensão meteórica nos últimos anos, o CSA, do técnico Eduardo Baptista, retornou à Série B
(Foto: Matheus Pimenta/Ascom CSA)

BLOCO 2: QUEM FICOU

AMÉRICA-MG
Nome:
 América Futebol Clube
Fundação: 30/04/1912 | Cidade: Belo Horizonte-MG
Apelido: Coelho
Estádio: Arena Independência | Capacidade: 23 mil pessoas
Treinador: Lisca
Quando enfrentará o Vitória: 14ª rodada e 33ª rodada

Bicampeão da Série B (1997 e 2017), o América-MG por pouco não subiu à elite no ano passado - ficou na 5ª colocação, com 61 pontos, apenas um a menos que o 4º colocado, o Atlético-GO. Treinado por Lisca 'Doido', promete brigar pelo acesso novamente em 2020. No Campeonato Mineiro de 2020, perdeu os dois jogos da semifinal para o Atlético-MG (por 2x1 fora e 3x0 em casa).

Lisca é o técnico do América-MG
(Foto: Mourão Panda/América-MG)

BOTAFOGO-SP
Nome
: Botafogo Futebol Clube
Fundação: 12/12/1918 | Cidade: Ribeirão Preto-SP
Apelido: Pantera Negra
Estádio: Santa Cruz | Capacidade: 28.946 pessoas
Treinador: Claudinei Oliveira
Quando enfrentará o Vitória: 18ª rodada e 37ª rodada

O Botafogo-SP é conhecido historicamente por ter revelado os irmãos Sócrates e Raí. Pela Série B, tem um vice-campeonato (1998). Em sua campanha de 2019, ficou na 9ª posição, com 50 pontos após 13 vitórias, 11 empates e 14 derrotas. Neste ano, escapou do rebaixamento do Paulistão na última rodada e alcançou as semifinais do Troféu do Interior, quando foi eliminado pelo RB Bragantino nos pênaltis.

Claudinei é o treinador atual do Botafogo-SP
(Foto: José Bazzo/Agência Botafogo)

BRASIL DE PELOTAS
Nome
: Grêmio Esportivo Brasil
Fundação: 07/01/1911 | Cidade: Pelotas-RS
Apelido: Xavante
Estádio: Bento Freitas | Capacidade: 18 mil pessoas
Treinador: Hemerson Maria
Quando enfrentará o Vitória: 19ª rodada e 38ª rodada

Presente na Série B desde 2016, o Brasil fez uma campanha ruim no ano passado, quando terminou na 14ª colocação, com 44 pontos. Passou a temporada flertando com o rebaixamento - e ainda chegou a arriscar cair em uma disputa fora de campo. Isso pois o Xavante foi julgado no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por atrasos salariais e, caso fosse punido com a perda de pontos, iria para a Série C no lugar do Londrina. Porém, o Pleno do STJD absolveu o clube gaúcho no caso.

Hemerson Maria, treinador do Brasil de Pelotas: time encara o Vitória nas rodadas 19 e 38
(Foto: Carlos Insaurriaga/GE Brasil)

CRB
Nome: Clube de Regatas Brasil
Fundação: 20/09/1912 | Cidade: Maceió-AL
Apelido: Galo
Estádio: Rei Pelé  | Capacidade: 19 mil pessoas
Treinador: Marcelo Cabo
Quando enfrentará o Vitória: 5ª rodada e 24ª rodada

Um dos times que mais participaram da Série B no modelo de pontos corridos - foram 10 vezes desde 2006, contando com a edição atual -, o CRB fez uma campanha razoável em 2019: ficou na 7ª posição, com 55 pontos. Neste ano, tem como meta o acesso à Série A. Para isso, possui no elenco jogadores como o experiente atacante Léo Gamalho. Vem de título do Campeonato Alagoano, seu 31º, em cima do rival CSA.

Marcelo Cabo quer conquistar o acesso à Série A
(Foto: CRB/Divulgação)

CUIABÁ
Nome
: Cuiabá Esporte Clube
Fundação: 12/12/2001 | Cidade: Cuiabá-MT
Apelido: Peixe Dourado
Estádio: Arena Pantanal | Capacidade: 45 mil pessoas
Treinador: Marcelo Chamusca
Quando enfrentará o Vitória: 8ª rodada e 27ª rodada

Único time fundado no século XXI a disputar a Série B em 2020, o Cuiabá se consolidou como um dos maiores de Mato Grosso e busca dar um salto de patamar. Ano passado, terminou a segunda divisão na 8ª colocação, com 52 pontos. Atualmente, é treinado pelo baiano Marcelo Chamusca.

Chamusca é o treinador do Cuiabá
(Foto: Cuiabá/Divulgação)

FIGUEIRENSE
Nome: Figueirense Futebol Clube
Fundação: 12/06/1921 | Cidade: Florianópolis-SC
Apelido: Figueira
Estádio: Orlando Scarpelli | Capacidade: 19.500 pessoas
Treinador: Márcio Coelho
Quando enfrentará o Vitória: 2ª rodada e 21ª rodada

O Figueira teve uma Série B conturbada no ano passado. Passou a temporada flertando com o rebaixamento e chegou a perder um jogo por W.O., quando os jogadores se recusaram a entrar em campo por falta de pagamento de salários. O time conseguiu se recuperar em campo e se salvou do rebaixamento, terminando na 16ª posição. Em 2020, foi bem na primeira fase do Campeonato Catarinense, mas, após fazer 2x1 no Juventus-SC na ida das quartas de final, levou 4x1 na volta, em casa, e foi eliminado.

Márcio Coelho planeja uma Série B melhor para o Figueirense em 2020
(Foto: Patrick Floriani/FFC)

GUARANI 
Nome: Guarani Futebol Clube
Fundação: 02/04/1911 | Cidade: Campinas-SP
Apelido: Bugre
Estádio: Brinco de Ouro | Capacidade: 29 mil pessoas
Treinador: Thiago Carpini
Quando enfrentará o Vitória: 17ª rodada e 36ª rodada

Campeão da Série A em 1978, o Guarani fará sua 14ª participação na segunda divisão. Ano passado, ficou em 13º, uma posição abaixo do Vitória. No Paulista, foi ultrapassado pelo Corinthians na última rodada e perdeu a vaga nas quartas de final. O time tem o atacante Júnior Todinho, ex-Vitória, e o meia Arthur Rezende, ex-Bahia.

O Guarani tem como técnico Thiago Carpini
(Foto: David Oliveira/Guarani FC)

OESTE
Nome: Oeste Futebol Clube
Fundação: 25/01/1921 | Cidade: Barueri-SP
Apelido: Rubrão
Estádio: Arena Barueri | Capacidade: 31 mil pessoas
Treinador: Renan Freitas
Quando enfrentará o Vitória: 11ª rodada e 30ª rodada

O Oeste chegou à Série B em 2013 e, desde então, nunca saiu. Ano passado, terminou na 15ª posição, com 2 pontos a mais que o Londrina, rebaixado na 17ª colocação. Em 2020 o Rubrão vai mal: caiu para a Série A-2 do Campeonato Paulista. O elenco tem o zagueiro Bruno Bispo, ex-Leão.

Treinado por Renan Freitas, o Oeste tem o zagueiro Bruno Bispo, ex-Vitória
(Foto: Oeste Barueri/Divulgação)

OPERÁRIO
Nome: Operário Ferroviário Esporte Clube
Fundação: 01/05/1912 | Cidade: Ponta Grossa-PR
Apelido: Fantasma
Estádio: Germano Krüger | Capacidade: 10 mil pessoas
Treinador: Gerson Gusmão
Quando enfrentará o Vitória: 13ª rodada e 32ª rodada

O Operário chega para a Série B após eliminações nas quartas de final do Campeonato Paranaense e na segunda fase da Copa do Brasil. Em 2019, terminou a segunda divisão na 10ª posição, com 50 pontos. Para este ano, contratou oito reforços - entre eles o volante Pedro Ken e o zagueiro Reniê, ex-Vitória, e o atacante Maranhão, ex-Bahia.

O Operário é treinado por Gerson Gusmão
(Foto: José Tramontin/Operário-PR)

PARANÁ
Nome:
 Paraná Clube
Fundação: 19/12/1989 | Cidade: Curitiba-PR
Apelido: Gralha Azul
Estádio: Durival Britto (Vila Capanema) | Capacidade liberada: 17.140 pessoas 
Treinador: Allan Aal
Quando enfrentará o Vitória: 6ª rodada e 25ª rodada

Time que mais participou da Série B desde 2006, quando foi implementado o sistema de pontos corridos - foram 12 vezes -, o Paraná tem um título da divisão, conquistado em 1992. Para 2020, tem seis jogadores novos no elenco, mas vem de eliminação para o Coritiba nas quartas de final do Paranaense. Disputa também a Copa do Brasil - nesta, foi derrotado por 1x0 para o Botafogo e fará o duelo da volta em casa, no fim do mês -, mas a prioridade deve ser a Série B. O zagueiro Thales é um conhecido do público baiano. 

Além da Série B, o Paraná, do técnico Allan Aal, ainda disputa a Copa do Brasil
(Foto: Rui Santos/Paraná Clube)

PONTE PRETA
Nome
: Associação Atlética Ponte Preta
Fundação: 11/08/1900 | Cidade: Campinas-SP
Apelido: Macaca
Estádio: Moisés Lucarelli | Capacidade: 19 mil pessoas
Treinador: João Brigatti
Quando enfrentará o Vitória: 3ª rodada e 22ª rodada

Vice-campeã da Série B duas vezes (1997 e 2014), a Ponte Preta é considerada uma das grandes equipes que disputam a segunda divisão em 2020. Ano passado, somou 47 pontos e ficou na 11ª colocação, uma posição à frente do Vitória. Em 2020, foi eliminada na semifinal do Campeonato Paulista para o Palmeiras e terá seis reforços a partir da estreia na B. Entre eles, Camilo (ex-Botafogo e ex-Internacional), principal contratação alvinegra para a sequência da temporada. 

A Ponte, do treinador João Brigatti, tem seis reforços para a Série B
(Foto: Luiz Guilherme Martins/Ponte Preta)

VITÓRIA
Nome: Esporte Clube Vitória
Fundação: 13/05/1899 | Cidade: Salvador-BA
Apelido: Leão
Estádio: Barradão | Capacidade: 30.618 pessoas
Treinador: Bruno Pivetti

O Vitória quer apagar o desempenho ruim do ano passado - em que brigou contra o descenso durante boa parte da Série B - e retornar à elite do futebol nacional. Entre as novidades para a segunda divisão, tem a chegada do meia-atacante Marcelinho, contratado recentemente. O destaque do time treinado por Bruno Pivetti é o lateral esquerdo Thiago Carleto.

O Vitória, do técnico Bruno Pivetti, quer marcar presença na Série A de 2021
(Foto: Letícia Martins/EC Vitória)

BLOCO 3: QUEM SUBIU

CONFIANÇA
Nome: Associação Desportiva Confiança
Fundação: 01/05/1936 Cidade: Aracaju-SE
Apelido: Dragão
Estádio: Batistão | Capacidade: 15.575 pessoas
Treinador: Matheus Costa
Quando enfrentará o Vitória: 7ª rodada e 26ª rodada

Um dos grandes times de Sergipe, o Confiança surpreendeu ao liderar o grupo que tinha Vitória, Ceará, Náutico e Santa Cruz na Copa do Nordeste. Nas quartas, avançou após derrotar o Santa Cruz nos pênaltis, e caiu para o Bahia na semifinal, com derrota por 1x0. No currículo, tem 21 títulos do campeonato estadual, o último faturado em 2017. Por causa da Série B, seus últimos dois jogos pelo Sergipano foram adiados. O Dragão lidera o quadrangular final.

Matheus Costa comandou o Confiança na boa campanha pela Copa do Nordeste
(Foto: Felipe Rosendo/Confiança)

JUVENTUDE
Nome:
 Esporte Clube Juventude
Fundação: 29/06/1913 | Cidade: Caxias do Sul-RS
Apelido: Papada
Estádio: Estádio Alfredo Jaconi | Capacidade: 19.924 pessoas
Treinador: Pintado
Quando enfrentará o Vitória: 10ª rodada e 29ª rodada

Campeão da Série B em 1994, o Juventude teve, entre os anos 1990 e início da década de 2000, seus momentos de maiores glórias. Porém, nos últimos tempos, tenta se restabelecer. Em 2017, chegou perto de conseguir o acesso à Série A, que não disputa desde 2007, mas terminou na 9ª posição. No ano seguinte, caiu para a Série C. Só precisou ficar um ano na terceira divisão - em 2019, finalizou em 3º e voltou para a B. O lateral esquerdo Eltinho testou positivo para covid-19 e desfalca o time nas primeiras rodadas.

Pintado é o treinador do Juventude
(Foto: Gabriel Tadiotto/EC Juventude)

NÁUTICO
Nome:
 Clube Náutico Capibaribe
Fundação: 07/04/1901 | Cidade: Recife-PE
Apelido: Timbu
Estádio: Aflitos | Capacidade: 19.600 pessoas
Treinador: Gilmar Dal Pozzo
Quando enfrentará o Vitória: 4ª rodada e 23ª rodada

O Náutico chega à Série B com o título de campeão da terceira divisão em 2019. Porém, o desempenho em 2020 não é o que o torcedor do Timbu esperava: foi eliminado nas três competições que disputava, Pernambucano, Copa do Nordeste e Copa do Brasil, respectivamente nas semifinais, fase de grupos e segunda fase. Em 21 jogos, venceu 9, empatou 7 e perdeu 5. Apesar do início frustrante, tem condições de fazer uma boa Série B. Confia nos gols de Kieza.

Náutico, do treinador Gilmar Dal Pozzo, teve início de ano turbulento, mas promete fazer boa Série B
(Foto: Caio Falcão/CNC)

SAMPAIO CORRÊA
Nome:
 Sampaio Corrêa Futebol Clube
Fundação: 25/03/1923 | Cidade: São Luís-MA
Apelido: Bolívia Querida
Estádio: Castelão de São Luís | Capacidade: 40 mil pessoas
Treinador: Léo Condé
Quando enfrentará o Vitória: 1ª rodada e 20ª rodada

O Sampaio Corrêa será o primeiro adversário do Vitória na Série B 2020. Ano passado, foi o vice-campeão da Série C. Campeão da segunda divisão em 1972, o time foi eliminado da Copa do Nordeste ainda na fase preliminar, para o Confiança (placares de 0x0 na ida, em Sergipe, e 2x0 na volta, no Maranhão). Para o jogo de estreia na Série B, não terá o goleiro João Gabriel, por ser emprestado pelo Leão. O clube disputa o estadual em paralelo e aguarda seu adversário da semifinal.

O Sampaio Corrêa, do treinador Léo Condé, será o primeiro adversário do Vitória
(Foto: Lucas Almeida/Sampaio Corrêa)


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas