Homem é morto a tiros em ponto de ônibus de São Cristóvão

salvador
22.02.2020, 12:15:00
Atualizado: 22.02.2020, 12:56:06

Homem é morto a tiros em ponto de ônibus de São Cristóvão

Na mesma noite, mulher foi deixada na UPA do bairro ferida

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um homem foi encontrado por policiais militares em um ponto de ônibus na Avenida São Cristóvão, na noite de sexta-feira (21). Alex dos Santos de Queiroz, de 38 anos, já estava sem vida e com sinais de disparos de arma de fogo pelo corpo. Na mesma noite, Fabiane Rodrigues Nascimento, 24, foi deixada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de São Cristóvão por desconhecidos com sinais de facadas e não resistiu aos ferimentos.

De acordo com informações da Polícia Militar, equipes da 49° Companhia Independente da PM (CIPM/São Cristóvão) foram acionadas por populares com informações de disparos de arma de fogo na Avenida São Cristóvão, no sentido Itapuã. Ao chegarem ao local, os PMs encontraram o corpo do homem caído ao solo, já sem vida e deram prosseguimento ao isolamento da área, acionando o Serviço de Investigação de Local de Crime (Silc) para proceder com a perícia e remoção do corpo.

Ainda segundo a PM, Fabiane foi atingida na Rua Lessa Ribeiro, também em São Cristóvão, por volta das 23h. As equipes foram acionadas por policiais de serviço na UPA, onde informaram que a vítima já estava sem sinais vitais. A autoria e motivação são desconhecidas, mas os crimes não possuem relação.

A Polícia Civil informou as duas mortes serão investigadas pela 1ª Delegacia de Homicídios (DH/Atlântico).

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas