Homem é preso depois de beber e provocar acidente usando celular ao volante

bahia
18.01.2020, 15:47:00
(Foto: Divulgação /PRF)

Homem é preso depois de beber e provocar acidente usando celular ao volante

Ele foi submetido a teste de bafômetro e resultado foi quase duas vezes maior do que o valor considerado como crime

Um homem de 27 anos, que não teve a identidade divulgada, foi preso após provocar um acidente depois de ingerir bebida alcóolica e usar o celular enquanto dirigia. Por um descuido, o aparelho acabou caindo no lastro do carro. Ao tentar pegar o celular, ele invadiu a contramão da rodovia e acabou colidindo no caminhão, provocando o capotamento. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente ocorreu na sexta-feira (17), por volta das 13h, no Km 48 da BR 367, trecho do município de Teixeira de Freitas (BA).

A PRF informou que, ao chegar ao local, os agentes federais encontraram um veículo modelo FIAT/ Pálio Fire tombado sobre a via. "O motorista foi socorrido e prestado os primeiros socorros, sendo conduzido ao Hospital Luís Eduardo Magalhães. De acordo com as informações levantadas no local do acidente e após conversa com o condutor, ele confessou que estava distraído, mexendo no telefone celular enquanto dirigia", informa a nota. 

Após alta médica, o homem foi submetido ao teste com o etilômetro (bafômetro) que confirmou a embriaguez. O resultado aferiu 0,52 mg/L (miligramas de álcool por litro de ar expelido dos pulmões). O teste no aparelho apresentou índice quase duas vezes maior do que o valor considerado como crime, que é de 0,34 mgL. Em vistoria no interior do Pálio também foi encontrada uma arma de fogo, da marca Taurus. O revólver estavasem munição

O infrator foi encaminhado e apresentado na Delegacia de Polícia Civil de Porto Seguro, no extremo sul da Bahia, para formalização do auto de prisão em flagrante por crime de Embriaguez ao volante, previsto no art. 306 do Código de Trânsito Brasileiro e mais o delito de posse ilegal de arma de fogo do art. 16 da Lei 10.826/2006 (Estatuto do Desarmamento).

A nota da PRF informa ainda que fiscalizações sobre o uso de aparelho de telefone celular ao volante está inserida nos comandos temáticos que integram as ações da Operação Rodovida da PRF, que consiste em um conjunto de esforços integrado com outros órgãos para reduzir a violência do trânsito. A operação direciona as fiscalizações para condutas que provocam índices elevados de morte nas rodovias.

Em 2019, a PRF na Bahia realizou 231.539 testes com etilômetro (bafômetro), que flagraram 3.149 condutores dirigindo sob efeito do álcool, infração gravíssima, com multa de R$ 2.934,70. Já os autos emitidos referente ao uso do celular ao volante foram 616 autuações. A conduta irregular abrange tanto falar ao telefone, quanto manusear ou segurar enquanto dirige.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas