Homem grava vídeo nu na frente dos filhos e acaba preso no Acre

brasil
24.09.2019, 20:21:00
Atualizado: 24.09.2019, 21:58:29

Homem grava vídeo nu na frente dos filhos e acaba preso no Acre

Delegado diz que ele estava dançando pelado para "fazer sucesso no WhatsApp"

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

(Foto: Reprodução)

Um homem de 45 anos foi preso na segunda-feira (23), depois de gravar um vídeo em que aparece nu diante dos filhos de 9 e 7 anos, além do caçula, um bebê de menos de um ano. O delegado de Rodrigues Alves, no Acre, considerou que se tratou de uma cena de pornografia.

"Esse homem estava absolutamente nu e dançando na frente dos filhos. Pediu ao filho de 9 anos para gravar as orgias dele. No momento da gravação, estava presente outra criança de sete anos e um  de menos de um ano. A esposa dele assistiu tudo e nada fez", disse ao G1 Acre o delegado Obetânio dos Santos.

A mulher negou ter assistido à cena, mas o filho que gravou contou que a mãe estava presente. "Quando questionado acerca do motivo pelo qual mandou gravar aquele vídeo, ele disse que sabia que aquilo ia fazer sucesso nos grupos de WhatsApp da vida", acrescenta o delegado.

Para a polícia, o garoto que filmou afirmou que todos da família já foram vítimas de violência por parte do pai, inclusive a mãe, mas jamais de abuso sexual. 

O suspeto foi preso em flagrante e levado para a delegacia de Cruzeiro do Sul. Ele já foi encaminhado para o presídio da cidade. 

O delegado diz que ele cometeu o delito de gravar pornografia, o que tem pena de 4 a 8 anos de prisão. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas