Hospital Público Veterinário de Salvador ficará pronto até o final de 2022

salvador
27.10.2021, 07:30:00
Unidade vai funcionar em Canabrava (Foto: Jefferson Peixoto/Secom )

Hospital Público Veterinário de Salvador ficará pronto até o final de 2022

Prefeitura está selecionado empresa para construir a nova unidade

O novo Hospital Público Veterinário de Salvador deve ficar pronto no segundo semestre do ano que vem, ao menos essa é a expectativa da prefeitura. A licitação que vai selecionar a empresa responsável pela construção da nova unidade de saúde está em fase final. O Município recebeu as propostas dos interessados na semana passada.

Durante a entrega da nova Avenida Adhemar de Barros, em Ondina, nesta terça-feira (26), o prefeito Bruno Reis comentou sobre o caso. “Nós realizamos a licitação e assim que ela for concluída, que uma empresa for selecionada, vamos iniciar a obra. Não havendo recursos, nós vamos homologar e dar ordem de serviço”, afirmou.

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS), recebeu, na sexta-feira (22), as propostas das empresas especializadas interessadas em participar da licitação para construção do primeiro Hospital Público Veterinário da capital baiana. No total, deverão ser investidos R$ 6,6 milhões para implantação do equipamento.

“Podemos iniciar a obra em novembro, depende apenas das questões burocráticas e dos prazos legais de uma licitação. Depois vamos selecionar uma instituição para a operação”, disse.

A unidade deve atender prioritariamente os animais domésticos de propriedade da população mais pobre ou que não possui recursos financeiros para pagar atendimento e serviços de um veterinário particular. O hospital funcionará na Avenida Artêmio Castro Valente, em Canabrava, próximo ao Barradão. 

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas