Hotéis e santuário cheios para a festa de Santa Dulce dos Pobres em Salvador

salvador
19.10.2019, 06:30:00
(Betto Jr/CORREIO)

Hotéis e santuário cheios para a festa de Santa Dulce dos Pobres em Salvador

Fiéis esgotaram as estátuas de 30 e 80 centímetros da loja das Osid nessa sexta-feira (18)

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.


Às vésperas da homenagem à Santa Dulce dos Pobres em Salvador, na Arena Fonte Nova nesse domingo (20), fiéis lotam o santuário no Largo de Roma, e o setor de turismo comemora a ocupação hoteleira na capital. São esperadas cerca de 55 mil pessoas no estádio para assistirem a apresentações de música, peça teatral, missa e procissão.

Segundo informações do trade turístico, a ocupação nesse período costuma ser de 60%, mas neste fim de semana pode chegar a mais de 80% na cidade, sendo de quase 100% nas proximidades do estádio.

“Desde a canonização, a gente sente uma crescente no número de visitantes do turismo religioso católico. Agora com o Caminho da Fé [trecho entre o santuário e a Basílica do Bonfim], vai ter um boom também nesse tipo de viagem”, espera Silvio Pessoa, presidente da Federação Baiana de Hospedagem e Alimentação (Febha).

Para ele, o turismo religioso deve ser um ponto de atenção do setor. “O turismo de matriz africana também é bastante procurado, então é uma área que o trade e a Secult precisam tratar com carinho”, defende. 

Por meio de sua assessoria, o secretário de Cultura e Turismo de Salvador, Cláudio Tinoco, destaca a data de 13 de agosto como o dia em homenagem à Dulce, para fomentar a vinda de turistas "Esse é um mês importante, de transição da baixa para a média estação. A gente sabe que a igreja deve promover uma grande celebração e é dessa forma que o turismo religioso se constitui”, explica. 
 
Lotado
Para o evento desse domingo na Fonte Nova (veja programação abaixo), a Casa São José já sente a diferença. O local, que é uma organização fraternal que fica perto das Obras Sociais Irmã Dulce (Osid), costuma receber hóspedes de todos os cantos da Bahia e do Brasil. Antes da canonização de Dulce, a casa costumava ter apenas 20% dos quartos ocupados. Agora, a organização comemora a taxa de ocupação que atingiu 80% até a próxima terça-feira (22).

“Desde que foi anunciada a canonização, a gente começou receber reservas. Muitas pessoas começaram a vir em caravanas do Ceará e do interior da Bahia. Estamos com nossa taxa de ocupação lotada até a terça-feira. As pessoas vêm visitar o santuário e costumam almoçar em nosso restaurante. Após a canonização, começamos a receber cerca de 50 pessoas por dia, um crescimento de 20 a 30% em relação aos dias anteriores”, contou o auxiliar administrativo da Casa São José, Gabriel Miranda.

Os "milagres" que Dulce têm operado por lá são tão grandes que, bastou o anúncio da canonização acontecer, para a administração decidir ampliar a capacidade de 100 para 120 quartos - as obras ainda estão em curso. Outra decisão foi crescer o número de funcionários, que antes eram cerca de 15, para 20.

“Temos recebido muitos romeiros. A Cidade Baixa é conhecida por ser um roteiro de fé. A nossa casa de hospedagem é a mais próxima das Obras Sociais e temos uma ligação direta com eles. Estamos reformando quartos, aumentando o número de funcionários. Ofertamos descontos que variam entre 20% e 50% para as pessoas que estão realizando tratamentos por lá. Esperamos que esse período seja só um pontapé para o turismo religioso. Estamos crescendo nossa estrutura para atender a demanda”, completou Gabriel.

Cadê Dulce?
Do lado de fora, fila para entrar. Na porta da Loja Irmã Dulce, no Largo de Roma, um segurança controlava o fluxo de pessoas que tinham acesso à parte interior da loja. Todos estavam ali com um único objetivo: comprar algum objeto que remetesse à primeira santa brasileira.

A procurava era tão grande que não teve santa para todo mundo que quis. No final da manhã desta sexta-feira (18), as imagens da Dulce dos Pobres, nos tamanhos de 30 e 80 centímetros, já tinham desaparecido das prateleiras. Baiano, católico e devoto de Dulce, o professor José Irênio Oliveira, de 53 anos, saiu da cidade de Capim Grosso, no interior da Bahia, para cumprir a promessa que fez à esposa em seu aniversário.

Fiéis se aglomeram em busca de imagem de Dulce (Foto: Marina Silva/CORREIO)

Após viajar cerca de 293 quilômetros, por 4h30, para dar de presente à esposa a experiência de conhecer as Obras Sociais e participar da festa de Dulce, no domingo, ele contou a emoção de estar no local onde conheceu Irmã Dulce ainda em vida, quando morou em Salvador.  

“Eu e minha esposa temos uma relação muito bonita com Santa Dulce, somos católicos e conhecemos a obra dela há muito tempo. Eu tive a oportunidade de conhecê-la ainda em vida, foi um enorme prazer. Hoje, consigo perceber que ela já era santa desde muito tempo, apenas vieram confirmar agora. Estou muito feliz e orgulhoso em poder apresentar a minha família à Santa Dulce dos Pobres. É uma emoção imensurável”, explicou o professor.    

(Foto: Eduardo Dias/CORREIO)

Diferente de José, que conta os dias para a primeira missa em homenagem a Dulce, a aposentada Margarida Angolina, 78, não poderá participar do evento. Ela, que veio da cidade de Santa Bárbara do Oeste (SP), com um grupo de outras 15 idosas a passeio, retornará para sua cidade no sábado (19). 

“Infelizmente não vai dar para ficar e participar no domingo, mas eu fiquei maravilhada com a estrutura do local. O santuário é lindo. A vontade é de ficar, mas temos que voltar. É uma sensação bastante emocionante, pedi muita proteção para toda a minha família e estou levando umas lembrancinhas para eles”, contou a idosa.

Confira a programação da festa desse domingo:


Celebração pela Canonização de Irmã Dulce
12:00 Abertura dos portões da Arena Fonte Nova
12:20 Animadores Pe. Lázaro
Frei Vandeí
12:30 Banda Missão Paráclito (9 integrantes - 10 min)
12:40 Missão Divina Face (9 integrantes - 20 min)
13:00 Ministério Agnes (4 integrantes - 20 min)
13:20 Banda Recomeçar (3 integrantes - 20 min)
13:40 Patrícia Ribeiro (20 min)
14:00 Irmãs da Congregação da Imaculada Conceição (12 Irmãs - 10 min)
Mestre de Cerimônia (Pe. Edson) anuncia o início do Espetáculo "Império de Amor"

15h      às16:20

Império de Amor (espetáculo com mais de 550 crianças) Participações de
Waldonys
Margareth
Tuca
Saulo
Pe. Antonio Maria
Mestre de Cerimônia (Pe. Edson) anuncia a chegada das Relíquias de Irmã Dulce
16:20 às 16:30 Procissão com as Relíquias de Irmã Dulce (trazida pelas mãos do Miraculado José Maurício)  
Mestre de Cerimônia (Pe. Edson) anuncia a chegada da imagem de Santo Antônio
16:30 às 16:45 Procissão com a imagem de Santo Antônio (12 Padres Capuchinhos entram com a imagem de Santo Antonio) Adelmário Coelho, Targino Gondim
e Waldonys cantam
o Hino de Santo Antônio
Mestre de Cerimônia (Pe. Edson) anuncia a chegada da imagem de Nossa Senhora
16:45 às 17:00 Procissão com a imagem de Nossa Senhora da Conceição (12 membros da Irmandade da Conceição da Praia entram com a imagem de Nossa Senhora) Eliabel canta Ave Maria
Mestre de Cerimônia (Pe. Edson) anuncia a chegada da imagem do Senhor do Bonfim
17:00 às 17:15 Procissão com a imagem do Senhor do Bonfim (12 Cadetes da PM e 10 membros da Irmandade do Senhor do Bonfim entram com a imagem do Senhor do Bonfim) Tenor Thiago Arancam canta
o Hino ao Senhor do Bonfim
Mestre de Cerimônia anuncia o início da Celebração Eucarística
17:15 Início da Procissão de Entrada da Missa (Bispos, Padres, Diáconos e Seminaristas)
17:30 Início da Celebração Eucarística
Ao final da Celebração, Mestre de Cerimônia (Pe. Edson) anuncia a chegada da imagem de Irmã Dulce
19:00 Procissão com a imagem de Irmã Dulce

Coral canta o Hino de Irmã Dulce


* Com supervisão da chefe de reportagem Perla Ribeiro

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/como-gastar-energia-do-seu-pet-e-evitar-sair-tanto-para-a-rua/
Gatos também podem ser afetados pela mudança de rotina da quarentena; confira dicas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/fulo-de-mandacaru-fez-estreia-da-temporada-de-lives-do-sao-joao-no-correio/
Grupo fez transmissão com mais de 1h30 de apresentação; sábado (6) tem Del Feliz
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/dom-sergio-da-rocha-assume-como-arcebispo-de-salvador-e-primaz-do-brasil/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/covid-19-morre-mestre-joel-disseminador-da-capoeira-em-sao-paulo/
Capoeirista estava internado no Hospital Ernesto Simões
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/pm-filmado-apontando-arma-para-jovem-e-preso-por-tentativa-de-homicidio-na-bahia/
Militar chegou a colocar cano da arma no olho de um menor em Carinhanha; caso aconteceu em fevereiro
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/caso-miguel-movimentos-sociais-e-familiares-de-menino-protestam-em-recife/
Criança de 5 anos morreu na terça (2) após cair de prédio; patroa da mãe é investigada
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/suspeitos-de-assaltos-no-horto-florestal-morrem-em-troca-de-tiros-com-a-pm-veja-video/
Um deles tinha sido preso no ano passado após invadir casa, na Santa Cruz e manter família refém por cerca de três horas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/del-feliz-traz-o-clima-junino-para-os-leitores-do-correio/
Forrozeiro é o convidado da segunda live do jornal, neste sábado (6)
Ler Mais