Hotéis na capital registram cerca de 30% de queda no número de reservas

salvador
16.03.2020, 05:20:00

Hotéis na capital registram cerca de 30% de queda no número de reservas

Redução é causada pela circulação do coronavírus

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Entre os setores afetados pela pandemia do coronavírus no mundo está a rede hoteleira. Diversos destinos turísticos, como Salvador, acabam sendo impactados. A Secretaria Municipal de Turismo (Secult) informou que a queda no número de reservas foi de cerca de 30% na semana passada. 

Fabiana Oliveira, gerente do Marazul Hotel, afirmou que, com o avanço da covid-19, 20% das reservas para o mês de março foram canceladas.

“Já estávamos com 100% de ocupação para o mês, mas vamos acabar fechando com 80%. Além dos hóspedes individuais, grupos de viagem também desistiram de se hospedar”, afirmou. O valor médio da diária é de R$ 230.

Já o Hotel Porto Salvador, que tem taxas de R$ 159 a R$ 173, está com hóspedes que resolveram prolongar sua estadia em Salvador. Segundo informações da gerente de operações Margareth Martins, de sábado até o final da manhã deste domingo, três quartos renovaram suas diárias, para não voltar para estados como Rio e São Paulo.

Turistas estrangeiros também estão entrando em contato com os hotéis para informar que o motivo do cancelamento é a infecção pelo vírus. Por isso, Fabiana diz que não está sendo cobrada taxa de cancelamento fora do prazo. Alguns hóspedes apresentam até atestado com resultado negativo para o coronavírus.

* Com supervisão da editora Ana Pereira

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas