Hotéis perto dos circuitos do Carnaval estão com quase 100% de ocupação

carnaval
16.02.2017, 06:47:00

Hotéis perto dos circuitos do Carnaval estão com quase 100% de ocupação

R$ 500 Milhões são injetados na cidade pelos turistas no Carnaval

A folia ainda nem começou e o trade turístico já está comemorando a expectativa de um crescimento na atração de mais pessoas de fora para a capital baiana. O prefeito ACM Neto disse, ontem, que a estimativa  é que o Carnaval deva atrair entre 750 e 800 mil turistas este ano a Salvador. A informação foi divulgada durante o almoço de apresentação do Patrocínio de Carnaval da Air Europa, no Yacht Club da Bahia.

São esperados 70 mil turistas estrangeiros (Foto: Mauro Akin Nassor/Arquivo CORREIO)

Para a Federação Baiana de Hospedagem e Alimentação (Febha), todos os hotéis próximos aos circuitos onde a festa acontece estão com quase 100% de ocupação. Fora do circuito, o número de apartamentos ocupados chega a 95%. “É muito importante trazer os turistas para o Carnaval porque atraímos dinheiro para o estado, geramos emprego e movimentamos a economia”, afirmou o presidente da entidade, Sílvio Pessoa.

Ainda de acordo com ele, o setor precisou manter os mesmos preços praticados nos últimos anos para vencer a economia em retração. “A gente manteve o mesmo preço dos últimos quatro anos. Enquanto a economia estiver no compasso de espera, é sobrevivência para todo mundo. Por isso, optamos por não mexer nos preços”, completou.

O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), Glicério Lemos, concorda. “O trade se movimentou o ano todo. São mais de R$ 500 milhões que o turismo injeta na cidade, o que representa um Produto Interno Bruto (PIB) de 22%”.

Apesar de ter crescido a procura de turistas de dentro do próprio estado, o maior mercado emissor que busca os hotéis da cidade continua sendo do Sudeste . “São Paulo está na liderança. O Carnaval é o tipo de festa que precisamos repercutir o ano todo para competir com outras capitais”.

Turistas baianos
O secretário de Cultura e Turismo de Salvador, Cláudio Tinoco, estima que, no total, 450 mil turistas devem ser baianos, 250 mil seriam de outros estados e 70 mil estrangeiros. A expectativa positiva se deve também ao fato de os sites de agências de turismo terem notado que aumentou em 70% a procura pelo produto Carnaval.

“Dos 1.600 voos que vão aportar aqui entre os dias 23 e 28 de fevereiro, 250 são extras. Estamos muito animados com o que estamos vendo”, disse. Outras 9 mil pessoas devem ainda chegar de navio à cidade.

Mesmo o Carnaval de Salvador sendo um destino tradicional, as vendas ganharam força com o incremento das festas e do anúncio antecipado dos eventos de Verão, no mês de novembro, em São Paulo. Ao todo, o calendário contava com 60 eventos previstos.

Entre eles, as sincréticas lavagens e festas de largo, passando pelo já consagrado Réveillon de cinco dias, no Comércio, além dos ensaios,  que fazem a alegria dos foliões no Verão. “Essa divulgação antecipada contemplou não somente os eventos promovidos pela prefeitura, mas também as festas populares”, ressaltou o secretário Cláudio Tinoco.

Workshops com hotelaria nas principais capitais também contribuíram para a animação do trade, mesmo diante de um cenário econômico instável, como acrescenta o presidente da Salvador Destination, Paulo Gaudenzi.

“Esse volume de turistas circulando na cidade é o reflexo de tudo que foi feito que acabou estimulando as pessoas a virem para Salvador. Esse resultado positivo movimenta todo o trade, porque os hotéis estão lotados, companhias áreas aumentaram os voos. O Carnaval vai ser muito bom”.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas