Imagem de Santa Dulce dos Pobres desfila em carro aberto por 40 bairros de Salvador

salvador
09.08.2020, 12:05:00
Atualizado: 09.08.2020, 16:12:53
(Foto: Alexandre Lyrio/CORREIO)

Imagem de Santa Dulce dos Pobres desfila em carro aberto por 40 bairros de Salvador

Antes da carreata, uma missa no santuário reuniu 48 pessoas

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Às 11h09 deste domingo (9), a imagem de Santa Dulce dos Pobres deixou o seu santuário, no bairro de Roma, e seguiu em peregrinação em carro aberto pela cidade. O evento integra a programação da primeira festa em homenagem a Santa Dulce, realizada de forma bem diferente da prevista antes da pandemia do novo coronavírus. A própria missa realizada antes da carreata deveria estar reunindo milhares de fiéis. Mas, apenas 48 pessoas foram autorizadas a entrar na igreja.

A missa foi celebrada pelo frei Giovanni Messias, reitor do santuário. Segundo ele, se fosse um dia normal, o santuário estaria lotado. "Teríamos a presença dos devotos, dos romeiros, dos admiradores que vem sempre ao santuário. Mas, nesse tempo, a gente quer isso aí. É o encontro dos peregrinos. Hoje, Santa Dulce vai ao encontro deles através dessa peregrinação, sendo essa presença de fé, amor e esperança no meio dessa cidade de São Salvador da Bahia, nessa Bahia que ela tanto amou", disse.

Foto: Alexandre Lyrio/CORREIO

A peregrinação vai circular por 40 bairros de Salvador, da Cidade Baixa à Barra, da Boca do Rio aos Alagados. A previsão é de que se encerre por volta de 16h, quando a imagem retorna ao santuário. O reitor destacou ainda que esse ´é o momento de renovarmos as nossas esperanças. "Acho que quando a gente sofre por sofrer, acaba desanimando, adoecendo. Mas, quando a gente dá sentido ao nosso sofrimento, quando a gente coloca esperança diante dos desafios da vida, a vida ganha novo sentido, de salvação, de vida nova. Nesse tempo de sofrimento difícil, Santa Dulce quer ser esse sinal de fé, de confiança", ressalta.

A peregrinação em homenagem ao Anjo Bom do Brasil é acompanhada de carro de som entoando hinos e orações e integra a programação da primeira Festa da Santa Dulce dos Pobres. Em virtude da pandemia do novo coronavírus, o Santuário de Santa Dulce convidou os fiéis e demais admiradores de Irmã Dulce a assistirem de suas casas a passagem da imagem da santa baiana. Todo o percurso está sendo transmitido em tempo real, através do YouTube. 

O Frei Giovanni falou sobre a esperança que Santa Dulce dos Pobres trouxe durante a pandemia: 

A Peregrinação da imagem de Santa Dulce dos Pobres passará pelas avenidas Fernandes da Cunha, Jequitaia e França, seguindo pela Ladeira da Montanha, Avenida Sete de Setembro, Porto da Barra, Ondina, Rio Vermelho, Amaralina, Pituba, Boca do Rio, Patamares, Piatã e Avenida Orlando Gomes. O roteiro inclui ainda Avenida Paralela e Bonocô, Vale de Nazaré e Avenida Caminho de Areia.

No percurso também há locais importantes da história de amor e serviço de Irmã Dulce, por onde passou acolhendo seus pobres e doentes: Largo da Calçada, Alagados, Largo da Madragoa e Baixa do Bonfim (confira abaixo o roteiro completo). O evento conta com o apoio da Secult – Secretaria Municipal de Cultura e Turismo; Transalvador – Superintendência de Trânsito de Salvador e Polícia Militar da Bahia. 

“Será uma bela peregrinação pelas ruas de Salvador, levando a presença de Irmã Dulce, reconhecida como uma benção para a cidade dela, transmitindo paz, amor, carinho, acolhimento e esperança”, comenta o gestor do Santuário Santa Dulce dos Pobres, Márcio Didier. 

Agenda festiva
A programação da primeira festa em homenagem à Santa Dulce começou no dia 1º de agosto e segue até o dia 13 de agosto, data oficial de celebração de sua festa litúrgica. Todas as homenagens tiveram que ser adaptadas à vida atual. Missas e eventos diários são transmitidos ao vivo pelas redes sociais

A peregrinação em homenagem a Irmã Dulce integra a agenda da primeira Festa da Santa Dulce dos Pobres. Atento aos cuidados com a saúde em tempos de pandemia do novo coronavírus, todo o restante do calendário festivo será transmitido exclusivamente pelas redes sociais e conta com missas; novena; lançamento de um documentário inédito sobre a trajetória da primeira santa brasileira; exibição de programas sobre o legado de amor da Mãe dos Pobres; concurso virtual; lançamento de um curta-metragem; sarau com a participação de artistas; romaria virtual; entre outras atrações. Destaque também para a transmissão da Missa Solene, no dia 13 de agosto (dia litúrgico da Santa Dulce dos Pobres), às 9h, presidida pelo Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, cardeal Dom Sergio da Rocha. As transmissões online da festa acontecem até o dia 13 pelas redes sociais: Instagram e Facebook (@santuariosantadulce) e YouTube.

Roteiro Peregrinação da imagem de Santa Dulce dos Pobres
•    Santuário Santa Dulce dos Pobres
•    Avenida Fernandes da Cunha
•    Avenida Jequitaia
•    Avenida da França
•    Ladeira da Montanha 
•    Avenida Sete de Setembro
•    Porto da Barra
•    Ondina
•    Rio Vermelho
•    Amaralina
•    Pituba
•    Boca do Rio 
•    Patamares
•    Piatã
•    Avenida Orlando Gomes
•    Avenida Paralela
•    Rodoviária
•    Avenida Bonocô
•    Vale de Nazaré
•    Túnel Américo Simas
•    Avenida Frederico Pontes
•    Largo da Calçada
•    Mares
•    Rua Direta do Uruguai
•    Igreja dos Alagados
•    Rua Rezende Costa
•    Avenida Caminho de Areia
•    Largo do Papagaio
•    Avenida Porto dos Mastros
•    Igreja da Penha
•    Rua Lélis Piedade (Igreja do Rosário)
•    Largo da Madragoa
•    Rua Travasso de Fora
•    Baixa do Bonfim
•    Santuário Senhor do Bonfim
•    Hospital Sagrada Família
•    Ladeira do Couto Maia
•    Avenida da CAASA
•    Igreja da Boa Viagem
•    Avenida Luís Tarquínio
•    Santuário Santa Dulce dos Pobres

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas