Imagens cotidianas exibem a força negra e baiana em exposição

entretenimento
20.11.2018, 11:00:00
Artista captura momentos espontâneos e escolheu fotos que trazem artes, relacionamentos, tristezas, alegrias... (Foto: Sinisia Coni/Divulgação)

Imagens cotidianas exibem a força negra e baiana em exposição

Mostra Negra Bahia traz cliques da fotógrafa de rua Sinisia Coni

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O cotidiano dos ‘cidadãos comuns’ é representado pelas lentes da fotógrafa Sinisia Coni em todos os seus trabalhos, mas, desta vez, as imagens da artista ganham um toque ainda mais especial: homenagear o Dia da Consciência Negra, que é comemorado anualmente no dia 20 de novembro (data desta terça-feira).

A exposição gratuita Negra Bahia reúne 30 capturas da fotógrafa soteropolitana, que flagrou momentos de romance, arte, família e reflexão do povo negro baiano, passeando por momentos de tristezas e alegrias, “porém sempre representando muita força”, como pontuou a própria Coni. A mostra ganha abertura nesta terça (20), no Palacete das Artes, na Graça, a partir das 19h.

“Sou street photographer (fotógrafa de rua) e estou sempre buscando congelar momentos sentimentais, guardando registros históricos que representem culturas. Estava com saudade de fazer isso na minha terra. Essas imagens foram feitas assim, nesses segundos em que apenas senti que tinha algo emocionante e representativo acontecendo”, explica Sinisia, que já expôs em galerias do Brasil e do mundo.

É a primeira vez que a artista trabalha com o tema e, para compor o projeto, mais da metade das imagens, que foram feitas em Salvador, Cachoeira e Itaparica, são inéditas.

“O importante é mostrar que essas pessoas comuns são também nossos heróis e que heróis também são humanos. Todos sentem como sentimos e tem grandes capacidades, como temos as nossas”, reflete Coni, que afirma ter selecionado as capturas que mais simbolizavam essas mensagens.

Alex Baradel (colaborador na escolha das fotos para exposição) lembra que nos últimos anos, Sinisia se dedicou integralmente à fotografia, e seus registros renderam as exposições Terra Brasil, Olhar Viajante e Bahia Brasil Quotidiano, em Portugal; Artists Across Continents, na Noruega; Artcom Internacional, no Carroussel du Louvre, França; e outras mostras na Bahia-Brasil.


“Há muita paixão na cultura baiana. Paixão é a palavra que caracteriza seus excessos, suas explosões de felicidade, de tristeza,
 às vezes de violência. Nesse aspecto, este trabalho fotográfico de Sinisia Coni realizado na Bahia trata de um lado mais repleto de romantismo, mas não menos real”, reflete Baradel.

SERVIÇO:
Palacete das Artes (Graça).
Abertura: Nesta terça-feira (20), às 19h.
Gratuito.
Visitação: de terça a sexta, das 13h às 19h; e sábados, domingos e feriados, das 14h às 18h.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas