Imóvel desaba na ladeira Pau da Bandeira e destroços caem na Ladeira da Montanha

salvador
18.08.2020, 19:34:00
Atualizado: 18.08.2020, 19:59:57
(Foto: Divulgação/Codesal)

Imóvel desaba na ladeira Pau da Bandeira e destroços caem na Ladeira da Montanha

Após o episódio, a Ladeira da Montanha precisou ser interditada, inclusive para pedestres

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Parte de um casarão antigo localizado na ladeira do Pau da Bandeira desabou e os destroços caíram sobre a ladeira da Montanha, no Centro Histórico, no final da tarde desta terça-feira (18). De acordo com a Defesa Civil de Salvador (Codesal), não houve vítimas, mas a Ladeira da Montanha precisou ser interditada pela Transalvador, inclusive a passagem de pedestres, porque há risco de novos desabamentos.

A administração municipal informou que um tapume será colocado no local Um tapume será colocado no local pela Secretaria Municipal de Manutenção (Seman). A via só será liberada após a demolição do referido casarão pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur). Segundo a Transalvador, a opção de tráfego está sendo pela Av. Contorno.

O diretor-geral da Codesal, Sosthenes Macêdo, informou que a provável causa do desabamento foi falta de manutenção predial.

(Foto: Leitor CORREIO)
(Foto: Divulgação/Codesal)


De acordo com o boletim diário da Codesal, além deste caso, Salvador registrou nesta terça 10 ameaças de desabamento, sete ameaças de deslizamento, além de quatro desabamentos parciais, quatro deslizamentos de terra, quatro infiltrações, um alagamento de imóvel, duas árvores ameaçando cair e duas quedas de árvores.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas