Índice que reajusta aluguéis tem alta de 0,64%

economia
31.01.2017, 07:46:00
Atualizado: 31.01.2017, 07:53:10

Índice que reajusta aluguéis tem alta de 0,64%

O dado divulgado ontem pela FGV (Fundação Getúlio Vargas) ficou abaixo da expectativa em pesquisa da Reuters

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M), índice usado para reajustar a maioria dos contratos de aluguel e energia elétrica, acelerou a alta para 0,64% em janeiro, após avançar 0,54% em dezembro, diante da maior pressão dos preços ao consumidor. Ainda assim, o dado divulgado ontem pela FGV (Fundação Getúlio Vargas) ficou abaixo da expectativa em pesquisa da Reuters de alta de 0,72% em janeiro, na mediana das estimativas.

Em janeiro de 2016, o índice havia avançado 1,14%. Em 12 meses, o IGP-M sobe 6,65%. Com peso de 30% no IGP-M, o IPC (Índice de Preços ao Consumidor) acelerou a alta para 0,64% em janeiro, ante 0,20% em dezembro. A principal contribuição para o resultado veio do grupo habitação, cujos preços avançaram 0,10% depois de um recuo de 0,62% no mês anterior, pressionado principalmente pela tarifa de eletricidade residencial.

O IPA (Índice de Preços ao Produtor Amplo), que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60% do índice geral, subiu 0,70% no primeiro mês deste ano, contra 0,69% em dezembro. No atacado, os bens intermediários tiveram forte alta, saltando 1,05%, ante 0,53% no mês anterior.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas