Influencer que tratava câncer, Ana Paula Rubini morre por coronavírus

coronavírus
08.10.2020, 10:03:16
(Foto: Reprodução)

Influencer que tratava câncer, Ana Paula Rubini morre por coronavírus

Ela tinha mais de 500 mil seguidores nas redes

A influenciadora digital Ana Paula Rubini, de 30 anos, morreu no último domingo (4) vítima da covid-19. Ela era conhecida por contar nas redes sociais sua rotina de tratamento do câncer. A influencer tinha 133 mil seguidores no Instagram e mais de 400 mil no TikTok.

Ana compartilhava o seu cotidiano no hospital nas redes sociais e, segundo o site Glamour, já enfrentava um linfoma pela segunda vez quando, no fim de agosto, teve o resultado positivo para a covid-19.

"Era só o que faltava. Acabamos de receber o resultado da covid, e sim, deu positivo... faz uns 7 dias que perdi o paladar, mas como tenho quimioterapia recente no corpo, imaginava que podia ser dela. Não vou poder transplantar por enquanto, mas o criador sabe de todas as coisas", escreveu no Instagram.

Ela chegou a testar negativo para doença, mas, no final de setembro, ela se infectou novamente. "Ontem não foi fácil... o teste do covid deu positivo de novo.... sai do outro quarto, pra ala da covid, tive febre novamente e ontem desmaiei. Foi uma noite horrível! Porém o tratamento [para o câncer] não vai parar."

A família de Ana publicou um vídeo emocionante no TikTok com a legenda "nossa princesa descansou" para informar o falecimento da influenciadora digital.

Ver essa foto no Instagram

Nossa princesa descansou ????

Uma publicação compartilhada por ???????????? ???????????????????? ???????????????????????? (@anapaular__) em

Segundo o site Glamour, Ana descobriu um linfoma na região pélvica em 2013. Com o tratamento, ela conseguiu se curar e voltava ao médico para fazer avaliações gerais. No entanto, no início deste ano ela foi diagnosticada pela segunda vez com um linfoma agora no órgão genital. Desde então, a influenciadora fazia tratamento contra a doença.

A influenciadora deixa o marido e sua filha de 10 anos.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas