Inscrição para Prêmio Correio de Futuro é prorrogada; vencedores levam R$ 10 mil

salvador
22.08.2019, 12:46:00
Atualizado: 10.09.2019, 08:32:40

Inscrição para Prêmio Correio de Futuro é prorrogada; vencedores levam R$ 10 mil

Premiação é destinada a universitários de todas as áreas do conhecimento

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

As inscrições para o Prêmio Correio de Futuro, que busca contribuir para formação de estudantes de todas as áreas do conhecimento, foram prorrogadas para o próximo dia 1º de setembro. Os ganhadores vão ter a oportunidade de desenvolver seu projeto contando com a mentoria de profissionais de diversas áreas do CORREIO, e a equipe vencedora ganhará R$ 10 mil em prêmios.

O concurso é destinado a estudantes de Ensino Superior de qualquer área. A única exigência é que estejam matriculados e apresentem o certificado de matrícula.

Anualmente, o CORREIO seleciona estudantes de Jornalismo para aprimorar a formação no programa Correio de Futuro. A editora-chefe do jornal, Linda Bezerra, explica o prêmio: “O CORREIO é um jornal inovador, e os desafios da profissão são enormes. As redações, hoje, agregam outros entes, com outras formações. Por isso, abrimos para diferentes áreas”. 

Projeto
Para concorrer, é preciso sugerir um projeto e fazer parte de uma equipe com três a quatro integrantes. Os membros da equipe podem ser do mesmo curso, mas a recomendação é de que o time tenha integrantes de diferentes áreas de conhecimento. Além dos estudantes, a equipe precisa ter um professor orientador já previamente contatado. Cada equipe pode apresentar mais de uma ideia, mas cada projeto deve ser inscrito em formulários diferentes.

As inscrições devem ser feitas através de um formulário online disponível no site do projeto. Para participar, é preciso apresentar um projeto de caráter inovador, que tenha a capacidade de resolver um problema real das redações e que possa ser executado em três meses.

Os projetos precisam ser digitais e devem ter uma proposta clara de inovação em qualquer área do Jornalismo – seja na produção, edição ou apresentação do conteúdo. Prever o uso da plataforma impressa pode ser um diferencial, mas não é obrigatório. Se não houver um desdobramento impresso, o projeto pode ser adaptado para publicação nas páginas do jornal. 

"O prêmio tem como objetivo dar oportunidade para que jovens criativos possam apresentar, aprimorar e desenvolver, no Correio, ideias e projetos inovadores que aliem o jornalismo à tecnologia e ao design. Temos certeza de que nas universidades baianas há muitos embriões de novos Nexos, Jotas e Serenatas de Amor", afirmou o editor de inovação do CORREIO e curador do projeto, Juan Torres, referindo-se aos palestrantes do seminário (veja abaixo). 

As propostas podem ser divididas em três categorias: tecnologia e apuração/investigação; tecnologia e redação; e tecnologia e engajamento. No primeiro caso, estão incluídas soluções que contribuam para uma apuração melhor ou mais ágil ou que ajude a redação a encontrar (ou receber alertas) de pautas antes impossível de serem detectadas. 

A segunda categoria diz respeito a soluções que promovem mais agilidade, eficiência ou qualidade na redação de notícias, enquanto a terceira inclui soluções para um melhor engajamento do leitor com o conteúdo do CORREIO. 

Correio 40 anos
O projeto Correio 40 Anos tem oferecimento do Bradesco, patrocínio do Hapvida e Sotero Ambiental, apoio institucional Prefeitura de Salvador, e apoio de Vinci Airports, Senai, Salvador Shopping, Unijorge, Claro, Itaipava Arena Fonte Nova, Sebrae e Santa Casa da Bahia.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas