Instagram muda política e agora aceita mamilos femininos em três condições; entenda

em alta
28.10.2020, 18:40:47
Atualizado: 28.10.2020, 18:56:59
(Foto: Shutterstock)

Instagram muda política e agora aceita mamilos femininos em três condições; entenda

Seios poderão aparecer se a mulher estiver simplesmente 'abraçando-o, acariciando-o ou segurando-o'

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Após viverem uma relação tumultuada, parece que seios femininos e Instagram estão fazendo as pazes. Até então as mulheres eram impedidas de mostrar esta parte do corpo na plataforma, mas isso mudou a partir desta quarta-feira (28).

Segundo o Universa, em comunicado, o Instagram avisou que não eliminará do feed imagens de seios femininos nus, seguindo três condições: se a pessoa estiver simplesmente "abraçando, acariciando ou segurando seus seios".

A atualização da política, segundo a rede social, contempla uma questão específica em relação às postagens de fotos de pessoas gordas. "Estamos atualizando nossas políticas para evitar que imagens de corpos gordos e maiores sejam removidas erroneamente", diz o Instagram, em nota. 

De acordo com o Instagram, a partir de quinta-feira (29), as fotos de mulheres com seios à mostra serão abordadas de forma diferente pela plataforma. "Permitiremos conteúdo em que alguém estiver simplesmente abraçando, acariciando ou segurando seus seios. E, se houver dúvidas sobre o conteúdo, pediremos aos revisores que ele não seja removido", explica a empresa.

"Estamos comprometidos em fazer a coisa certa e continuaremos a trabalhar com especialistas e com os membros da nossa comunidade para seguirmos melhorando".

Apesar das mudanças, os seios seguem não podendo aparecer sendo "apertados". "Imagens que contenham seios sendo apertados, em um movimento de agarrar com os dedos dobrados e onde há uma clara alteração no formato dos mesmos, continuam violando as nossas políticas e serão removidas". Isso porque, diz o Instagram, "isso costuma ser comumente associado a conteúdo pornográfico".

A publicação de mamilos masculinos, em vídeos ou fotos, continua liberada pela empresa. A empresa também mantém regras relacionadas à imagem de crianças. Recentemente, uma foto da apresentadora Bela Gil com o filho Nino, em que o menino aparece sem roupa e, ela, sem uma peça cobrindo os seios, foi eliminada pela rede social — mas voltou ao feed da usuária depois de reportagem de Universa.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas