Ipirá: polícia resgata idosa de 90 anos mantida em cárcere privado por sobrinho

bahia
07.05.2021, 14:15:47
Atualizado: 07.05.2021, 14:59:09
(Divulgação/SSP)

Ipirá: polícia resgata idosa de 90 anos mantida em cárcere privado por sobrinho

Segundo investigações, ele a mantinha a avó presa para sacar os benefícios de aposentadoria

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Uma idosa de 90 anos mantida em cárcere privada por seu sobrinho foi resgatada por Policiais da Delegacia Territorial (DT) de Ipirá. Ela era mantida presa em uma casa em um povoado conhecido como Pau Ferro.

O sobrinho, de 51 anos, que tem passagem pela polícia por violência doméstica, fugiu do local adentrando um matagal. Ele segue sendo procurado, vai responder pelo crime de cárcere privado com emprego de maus tratos.

“Ao entrar na residência, nós a encontramos sobre uma cama, desorientada. Ela informou a equipe que há alguns dias não se alimentava nem bebia água. Segundo investigações, ele a mantinha presa para sacar os benefícios de aposentadoria”, relatou o coordenador da 12ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Itaberaba), delegado Geraldo Adolfo Barreto Nascimento.

Na casa, somente foi encontrado uma cama. Não havia mais nenhum móvel, nem roupas, remédios ou alimentos. 

“A estrutura do imóvel era insalubre. Apoiamos a equipe de Bombeiros Civil e da assistência social, ajudamos a colocar a senhora em uma maca e, posteriormente, ela foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Ipirá”, informou o delegado.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas