João de Deus é internado em hospital de Brasília

brasil
24.10.2020, 16:56:00
Atualizado: 24.10.2020, 17:00:33

João de Deus é internado em hospital de Brasília

Médium condenado por estupros e outros crimes estava em prisão domiciliar

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

João de Deus é internado em hospital de Brasília

Foto: Reprodução

O médium João de Deus, 78 anos, foi levado para o Hospital Sírio Libanês, em Brasília, na madrugada deste sábado (24). De acordo com informações do Correio Braziliense, ele está internado em um apartamento da unidade. Não há detalhes sobre os motivos da internação.

Ele tem três condenações por estupro de vulnerável, violação sexual mediante fraude e posse ilegal de armas de fogo que somam 60 anos de prisão. Ele nega ter cometido os crimes.

Em março, a justiça autorizou que a ele deixasse a prisão para cumprir prisão domiciliar. A decisão tem como objetivo evitar o contágio pelo coronavírus. Além de usar tornozeleira eletrônica, ele foi proibido de frequentar a Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia (GO), e de manter contato com vítimas e testemunhas.

João de Deus foi acusado de abuso sexual e virou réu em dezembro de 2018, quando cerca de 688 mulheres relataram ter sofrido abusos durante atendimentos que ele realizava na cidade goiana.

Em operações ligadas a ele foram encontradas armas, pedras preciosas e mais de R$ 1,6 milhão. Sua esposa, Ana Keyla Teixeira, também chegou a ser indiciada por posse ilegal de armas. As informações são do Correio Braziliense.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas