Jogador é detido ao tentar levar arma para clássico no Uruguai

esportes
27.01.2022, 17:16:00
Schiappacasse foi detido com arma de fogo (Reprodução/Redes sociais)

Jogador é detido ao tentar levar arma para clássico no Uruguai

Nicolás Schiappacasse queria entregar pistola a um torcedor no estádio; vídeo

Um caso lamentável aconteceu antes do clássico amistoso entre Peñarol e Nacional, na última quarta-feira (26), no Uruguai. O atacante Nicolás Schiappacasse, de 23 anos, foi detido pela polícia por carregar uma arma de fogo em direção ao estádio Domingo Burgueño Miguel, na cidade de Maldonado, perto de Punta del Este.

Segundo o jornal El Observador, policiais suspeitaram da atitude do jogador quando ele passou por uma blitz. Diante disso, Schiappacasse foi parado e revistado. Entre as peças de roupa que ele carregava, estava uma pistola 9 mm, carregada com oito balas. Além do atacante, estavam no carro duas mulheres e um homem.

De acordo com o próprio jogador, o objeto seria uma encomenda da torcida de sua equipe. Ele não atuaria diante do Nacional, e estava se dirigindo ao local para torcer. O uruguaio pode ser acusado de tráfico de armas, punível com pena de seis anos de prisão.

Schiappacasse pertence ao Sassuolo, da Itália, e estava emprestado ao Peñarol desde 2021. De acordo com a imprensa uruguaia, o time aurinegro já teria um acordo com os italianos para a extensão do empréstimo por mais seis meses. Mas, após o caso, a permanência dele virou dúvida.

Presidente do Peñarol, Ignacio Ruglio afirmou que o clube aguardará os detalhes sobre o episódio para tomar as decisões sobre o assunto. Mas o dirigente deixou claro que, se for confirmado o que foi relatado, o atacante não volta a jogar pela equipe.

"Sabemos, claramente, a mensagem que temos que dar. Vamos tomar as decisões que temos que tomar, mas deixaremos passar as horas para sabermos o que vamos fazer. Lamento que aconteça esse tipo de coisa", disse.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas