Jordy Caicedo pede liberação e não treina no Vitória há quatro dias

e.c. vitória
19.01.2021, 16:27:00
Atualizado: 19.01.2021, 19:11:25
Jordy Caicedo pediu para deixar o Vitória (Acervo pessoal)

Jordy Caicedo pede liberação e não treina no Vitória há quatro dias

Atleta solicitou a rescisão do contrato e não quis ser relacionado contra a Chapecoense

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O equatoriano Jordy Caicedo pediu formalmente para deixar o Vitória e não treina na Toca do Leão há quatro dias. A última vez que o atacante participou de atividades no centro de treinamento foi na sexta-feira passada, dia 15. De acordo com o clube, ele seria relacionado para a partida do último domingo (17), contra a Chapecoense, mas pediu para ser liberado e teve a solicitação aceita. 

A informação foi publicada inicialmente pelo site Bahia Notícias, segundo o qual Caicedo acionou o Vitória na Justiça requerendo a rescisão de contrato fundamentado nos salários atrasados que tem a receber.

Procurado pelo CORREIO, o diretor jurídico rubro-negro, Dilson Pereira, confirma a situação envolvendo o atleta, porém diz que não se trata de uma ação na Justiça do Trabalho. "Houve um pedido do jogador de rescisão por quebra de contrato. O clube está atento à situação, vai adotar as medidas necessárias para preservar os seus direitos e espera resolver a situação de forma amigável. Não foi através de ação na Justiça. É um procedimento extrajudicial, e o Vitória já tem ciência do intuito do atleta. Como disse, o clube está atento à situação e adotará as medidas cabíveis visando defender seus direitos", afirmou.

Jordy Caicedo é equatoriano, tem 23 anos e foi contratado pelo Vitória em 2019 já durante a gestão do atual presidente Paulo Carneiro. Segundo apurou o CORREIO à época, o atacante, que pertencia à Universidad Católica de Quito, teve 70% dos direitos econômicos comprados pelo Vitória e assinou contrato de três temporadas, com opção de renovação por mais um. O valor do negócio não foi divulgado pelos clubes, tampouco pelos empresários. 

Caicedo se destacou no Sul-Americano sub-20 de 2017, quando o Equador foi vice-campeão. Fez nove jogos na competição e marcou três gols. No mesmo ano, também jogou o Mundial da categoria e anotou um gol em três partidas. Era considerado uma promessa do país, mas não conseguiu se firmar na Toca do Leão. Com a camisa vermelha e preta, o atacante fez 44 partidas e marcou nove gols. 

Na atual edição da Série B, Jordy Caicedo atuou em 21 jogos, sendo apenas quatro como titular e marcou só um gol, na derrota por 2x1, contra o Botafogo-SP, na 18ª rodada. A última vez que ele esteve em campo foi no dia 9 de janeiro, quando entrou no decorrer da derrota por 4x0 para o América-MG, na 33ª rodada. Ele também ficou no banco de reservas contra o Avaí, na 34ª rodada, mas não foi utilizado. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas