Jornada da Dança: evento reúne espetáculos, bate-papos e oficinas

entretenimento
14.11.2019, 05:50:00
O espetáculo pachamariaharveymorena, de Morena Nascimento (MG/BA), abre a programação artística ( Foto: Marlon de Paula/Divulgação)

Jornada da Dança: evento reúne espetáculos, bate-papos e oficinas

Programação começa nesta quinta (14) com dois espetáculos na Sala do Coro do TCA

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Evento tradicional no calendário artístico da cidade, a 11ª Jornada de Dança da Bahia inicia sua edição 2019 hoje, com uma programação intensa que promove uma ampla reflexão sobre a dança. Inspirada pelo tema Sem Limites e pela filosofia da dançarina Isadora Duncan (1877-1927), a maratona, que segue até domingo, apresenta 11 espetáculos, dois workshops, quatro oficinas, um bate-papo, uma palestra e um lançamento de livro para celebrar a diversidade da expressão da dança, dos corpos e do movimento. 

 Realizada pela Escola Contemporânea de Dança, sob a direção da dançarina Fátima Suarez, a Jornada reúne convidados da Bahia e de outros estados, além da dançarina americana Lori Belilove, referência internacional da dança moderna e diretora artística da Isadora Duncan Dance Foundation de Nova York (IDDF). Outra atração estrangeira é o Coletivo Lagoa, de Portugal.

“Acreditamos que as ações da Jornada, ao longo da última década, nos fizeram chegar a esta inspiração, ‘sem limites’, sem o receio do exagero e com a coragem de quem acredita no futuro”, afirma Fátima Suarez. Uma das atividades de destaque do evento é o Fórum de Educadores de Dança, pelo sétimo ano integrando o evento, que se desenvolve ao longo do ano em todo o Brasil e que culmina num encontro que mobiliza profissionais de várias regiões,  selecionados por meio de convocatória pública.

dança
A dançarina americana Loli Belilove: performance e workshop (Foto: divulgação) 

A programação de espetáculos começa com uma sessão sessão dupla, hoje, na Sala do Coro do TCA:  É Morena Nascimento (MG/BA) a primeira a subir no palco, com “pachamariaharveymorena”, uma tentativa da artista de se dispor nua com a sua dança, evocando complexidades de uma realidade atual que a coloca à flor de seus sentidos. Depois, tem Planta do Pé, Maria Eugenia Tita (SP) demonstra danças de seu repertório construído ao longo de 12 anos e compartilha uma reflexão sobre as singelezas e preciosidades das danças de um Brasil antigo e inovador: um convite ao mergulho em nosso legado artístico, nas danças tradicionais e nas manifestações populares brasileiras.

Na sexta-feira, feriado do dia 15, também às 19h na Sala do Coro do TCA, a Kátharsis Cia. de Dança (BA) apresenta “Calabouço”, que explora o lado obscuro do ser humano na busca por libertação. A atmosfera sombria do cárcere é construída por sete intérpretes-criadores, num espetáculo que traz como referência o universo cinematográfico e a linguagem do jazz contemporâneo. Em seguida, uma tradicional ação da Jornada de Dança da Bahia: o “INVente EXperimente (INVEX)”, que reúne 12 cenas coreográficas protagonizadas por dançarinos e novos talentos selecionados em convocatória pública. Com representantes do interior e da capital da Bahia e ainda de outros estados, o “INVEX” revela novas faces da dança, abrindo espaço para experimentações e descobertas.

Convidada especial, Lori Belilove encerra o evento domingo, na Sala Principal do TCA, às 20h, com a montagem de Bachannal, coreografia de Isadora Duncan remontada por Lori Belilove (EUA) com a Contemporânea Ensemble (BA).  Ela também ministra, ao lado de Rachel Neves e Fátima Suarez, o Workshop  Técnica de Isadora Duncan – Certificação Básica para Ensino, de amanhã a  domingo, das 14h às 16h30, em sala de ensaio do TCA. Serão oferecidos estudos básicos no trabalho de Duncan para habilitar dançarinos a ensinarem a dança de Isadora Duncan para crianças e adultos não profissionais. 


MOSTRA ARTÍSTICA

14/11 (qui) | 19h | Sala do Coro do TCA | R$ 30 e R$ 15

pachamariaharveymorena, Morena Nascimento (MG/BA)

Planta do Pé, Maria Eugenia Tita (SP)

15/11 (sex) | 19h | Sala do Coro do TCA | R$ 30 e R$ 15

Calabouço, Kátharsis Cia. de Dança (BA)

INVente EXperimente (INVEX)”, artistas diversos

JUNTO, Coletivo Lagoa (Portugal)

16/11 (sábado) | 19h | Sala do Coro do Teatro Castro Alves | R$ 30 e R$ 15

Aboios, Coletivo Rapadura com Urucum & Dendê (BA)

Brasil com Z, Cia. de Atores Bailarinos Adolpho Bloch (RJ)

Vaca Profana, Grupo de Dança e Performance da UFS e Coletivo Na Pele (SE)

17/11 (dom) | 17h | Teatro do Goethe-Institut | R$ 30 e R$ 15

Kodak, Neto Machado (BA)

Brincando no escuro – Astroneto: dança no espaço, Neto Machado (BA)

17/11 (dom) | 19h | Sala Principal do TCA | R$ 70 e R$ 35, das filas A a P; R$ 50 e R$ 25, das filas Q a Z2; R$ 30 e R$ 15, das filas Z3 a Z11

Bachannal, Lori Belilove (EUA) e Contemporânea Ensemble (BA)

A Viagem, Escola Contemporânea de Dança (BA)

Programação completa no site www.jornadadedanca.com.br.


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas