Jovem de 22 anos é sequestrada e estuprada em Stella Maris; homem foi preso e confessou crimes

bahia
22.01.2021, 22:19:00

Jovem de 22 anos é sequestrada e estuprada em Stella Maris; homem foi preso e confessou crimes

Bandido usou celular da vítima para fazer fotos e vídeos da ação criminosa; ele responde por outros 8 estupros

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Era o segundo dia do ano. Esperança de um ano melhor após tantos fatos pesados que vieram de 2020. Uma jovem, em Stella Maris, foi com um amigo até um ponto de ônibus próximo para aguardar a condução que seu amigo pegaria. E logo a esperança de dias melhores ruíram: a vítima, que não revelou sua identidade, e o amigo foram sequestrados e ela foi estuprada mais de uma vez. A notícia foi veículada pelo telejornal Bahia Meio-Dia.

Dois homens armados anunciaram o assalto e logo depois amarraram a jovem e seu amigo. Os dois foram levados para uma região de dunas, passaram horas andando, até que começaram os estupros. O amigo ficou como refém do segundo bandido. O caso aconteceu por volta das 15h do dia 2 de janeiro.

O estuprador filmou toda a ação com o celular da vítima e os vídeos foram enviados automaticamente para a nuvem dela. Além do estupro, a garota recebeu uma série de socos até ser deixada no local por volta das 17h.

Ela correu e conseguiu pedir socorro. Uma mulher ouviu os gritos dela e acionou a polícia, que a conduziu até sua casa e tentou alcançar o bandido, sem sucesso.

O estuprador foi preso cerca de 15 dias após o estupro, de acordo com a Polícia Civil. A prisão aconteceu no próprio bairro de Stella Maris, na sexta-feira da semana passada, dia 15 de janeiro. Junto ao homem, foram apreendidos 15 aparelhos celulares, três tablets, três relógios, joias e um pen drive.

A Polícia Civil não revelou a identidade do estuprador, mas afirmou em nota que ele vinha sendo investigado e responde por mais oito casos de estupro. Titular da 12ª Delegacia Territorial de Itapuã, o delegado Nilton Tormes disse que o suspeito confessou os crimes e foi reconhecido pela jovem. Ele teve a prisão em flagrante convertida em preventiva pela Justiça. 
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas