Jovem foi assassinada na frente de filho após recusar sexo, diz MP

brasil
25.08.2021, 08:41:05
(Foto: Reprodução)

Jovem foi assassinada na frente de filho após recusar sexo, diz MP

Bebê foi encontrado abandonado na rua

A jovem Vanessa Lima, de 25 anos, foi vítima de um feminicído com 14 facadas após se recusar a fazer sexo com o companheiro, em Joinville. A conclusão foi tomada pelo Ministério Público de Santa Catarina após a investigação do caso. O homicídio ocorreu na frente do filho da vítima, que tem 1 ano e 8 meses. 

O crime ocorreu em 23 de julho. De acordo com a denúncia do MP, o homem atacou a vítima com facadas após a recusa. Vanessa não teve a menor possibilidade de defesa.

O filho de Vanessa foi encontrado abandonado na rua, de madrugada, com frio e apenas de fralda e camiseta regata. Os policiais localizaram o corpo da vítima escondido embaixo da cama no apartamento em que ela dividia com o acusado.

O promotor Ricardo Paladino, autor da ação penal, afirma na denúncia que o suposto homicídio possui quatro qualificadoras: motivo fútil, impossibilidade de defesa da vítima, uso de meio cruel e por tratar-se de feminicídio - ou seja, praticado contra a mulher no âmbito de relações domésticas.

A denúncia foi ajuizada na Comarca de Joinville e já foi recebida pela Justiça. Além do assassinato, o ex-companheiro de Vanessa vai responder por abando de incapaz e fraude processual, pois teria alterado a cena do crime ao esconder o corpo e lavado a casa e as roupas, na intenção de encobrir os vestígios.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas