Juiz manda prender ex-ministro Milton Ribeiro por ‘gabinete paralelo’ de pastores no MEC

brasil
22.06.2022, 08:40:18
(Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil)

Juiz manda prender ex-ministro Milton Ribeiro por ‘gabinete paralelo’ de pastores no MEC

Ex-ministro da Educação é um dos investigados no inquérito que culminou na Operação Acesso Pago

A Polícia Federal abriu nesta quarta-feira, 22, uma fase ostensiva da investigação sobre o ‘gabinete paralelo’ instalado no ministério da Educação, à época em que era chefiado por Milton Ribeiro, com favorecimento de pastores na distribuição de verbas da pasta. O aliado do presidente Jair Bolsonaro é alvo de mandado de prisão preventiva.

Batizada ‘Acesso Pago’, a ofensiva apura a prática de tráfico de influência e corrupção para a liberação de recursos públicos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação.

Agentes da PF cumprem 13 mandados de busca e apreensão e cinco ordens de prisão em Goiás, São Paulo, Pará e Distrito Federal. Entre os alvos das buscas estão o próprio Milton Ribeiro e os pastores Arilton Moura e Gilmar Santos.

As ordens foram expedidas pela 15ª Vara Federal Criminal do Distrito Federal, que também deferiu medida cautelar de proibição de contatos entre os investigados e envolvidos.

O inquérito foi aberto por ordem do Supremo Tribunal Federal, em razão do foro privilegiado de Milton Ribeiro, então ministro da Educação. Após o aliado do presidente Jair Bolsonaro deixar o governo em meio ao escândalo, a ministra Cármen Lúcia remeteu o inquérito para primeira instância.

A Polícia Federal informou que, com base em documentos, depoimentos e relatório de investigação preliminar da Controladoria-Geral da União, ‘foram identificados possíveis indícios de prática criminosa para a liberação das verbas públicas’.

A operação mira supostos crimes de tráfico de influência, corrupção passiva, prevaricação e advocacia administrativa.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas