'Kit intubação': Salvador tem medicamento para apenas 10 dias

coronavírus
19.03.2021, 10:38:04
(Valter Pontes/Secom)

'Kit intubação': Salvador tem medicamento para apenas 10 dias

Informação foi divulgada pelo prefeito Bruno Reis nesta sexta-feira (19). Brasil sofre com desabastecimento

Salvador também está sofrendo com falta de medicamentos que compõem o 'kit intubação', usando em pacientes que estão em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). Segundo o prefeito Bruno Reis, a cidade tem um estoque de Rocurônio (relaxante muscular) suficiente para apenas 10 dias. 

"Todas as cidades do Brasil estão sofrendo com a falta desse medicamento. Nós estamos tentando adquirir, temos estoque para os próximos 10 dias, mas os fornecedores estão sem condições, nesse momento, de nos garantir a entrega", afirmou o prefeito, durante entrevista coletiva feita nesta quinta-feira (19). 

As opções para não haver falta de insumos em Salvador são: pedir envio ao Ministério da Saúde (MS), ou à rede privada – que já não tem de sobra – ou comprar por conta própria. Como o Rocurônio é fornecido pelo MS, o prefeito solicitou ao ministro da pasta nesta quarta-feira (18).  

“A primeira demanda que apresentei foi o governo federal encaminhar para gente o Rocurônio, porque esse medicamento era fornecido pelo governo federal. Ele [o ministro da saúde] informou da dificuldade, inclusive que o governo federal fez requisições administrativas de laboratório, e sei disso também porque procurei a a rede privada para ver se podia fazer a cessão desse medicamento para a prefeitura e a a rede privada também tá com problema porque o governo federal fez essa requisição administrativa e eles estão também na iminência de acabar esse medicamento”, esclarece Bruno. 

Por isso, ele se adianta procurando outros laboratórios para poderem fornecer o remédio. “Estou fazendo contato com laboratórios internacionais, com outros fornecedores. Esperamos que o governo federal possa mandar alguma parte dessas requisições administrativas, temos a possibilidade dessa parceria com a Rede D’Or e com o grupo Suzano, que se dispôs a doar 500 mil reais pra prefeitura e nós estamos tentando comprar com recurso próprio”, conclui o prefeito. 

Carta
Nessa quinta-feira (18), o Fórum Nacional de Governadores informou que enviou uma carta ao Ministério da Saúde para alertar sobre o baixo estoque de medicamentos do chamando “kit entubação”, utilizado para intubar pacientes que estão em tratamento contra a covid-19 em UTIs e precisam de respiradores artificiais. 

Os governadores pediram a compra emergencial de bloqueadores neuromusculares, anestésicos e sedativos pelo período mínimo de 60 dias e a distribuição para todos os estados por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). 

No documento, os governadores afirmam que o monitoramento feito pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) mostra que 11 medicamentos do kit estão em falta ou com estoque para 20 dias em 10 estados. No caso dos bloqueadores neuromusculares, 18 estados registram falta ou estoque baixo, que também deve durar 20 dias. 

Em nota, o Ministério da Saúde informou que 24 estados e o Distrito Federal enviaram à pasta informações sobre o consumo de medicamentos para entubação. O ministério informou que foi solicitada nesta quinta-feira a compra de 665.507 medicamentos para o período de 15 dias, conforme consumo médio mensal. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas