Lago Rosa é interditado após boatos de que ele curaria covid-19

coronavírus
12.08.2020, 09:22:26
Atualizado: 12.08.2020, 09:25:41
(Foto: Reprodução)

Lago Rosa é interditado após boatos de que ele curaria covid-19

Fake news fez com que diversas pessoas fossem até o local para retirar lama

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um boato que sugeria que Lago Kobeytuz, conhecido como Lago Rosa, no Cazaquistão, era capaz de curar a covid-19 através de sua lama e sal fez com que o local precisasse ser interditado.

Acontece que muitas pessoas começaram a ir até o lago para retirar a lama do local. Só que com essa corrida, os microorganismos e algas que são responsáveis pela tonalidade das águas acabaram sendo extraídos juntos, colocando em risco o lugar.

Temendo maiores impactos, as autoridades do Cazaquistão resolveram fechar o acesso ao lago e agora policiais fazem rondas na região para impedir a chegada de invasores.

Esse boato das propriedades curativas do lago surgiu nas redes sociais e é falso. Ainda não há nenhum remédio ou substância comprovado cientificamente que cure a covid-19.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas