Lateral do City, Mendy recebe mais duas acusações de estupro

esportes
16.11.2021, 15:56:00
Mendy, do Manchester City, seguirá em prisão preventiva até janeiro de 2022 (Foto: Oli Scarff/AFP)

Lateral do City, Mendy recebe mais duas acusações de estupro

Agora, o jogador responde por seis acusações de agressão sexual

O lateral-esquerdo francês Benjamin Mendy, do Manchester City, recebeu duas novas acusações por estupro. A informação foi divulgada nesta terça-feira, dia 16, pelo Crown Prosecution Service (CPS), entidade encarregada dos processos judiciais na Inglaterra. Agora, o jogador de 27 anos responde por seis acusações de estupro e uma de agressão sexual

Segundo o CPS, um outro homem identificado como Louis Saha Matturie, de 40 anos, foi acusado por mais dois estupros - para um total também de seis -, além de uma agressão sexual. Vale destacar que ele não possui parentesco com o ex-jogador Louis Saha, que fez sucesso com a camisa do Manchester United, e cujo vínculo com Mendy não foi explicado.

Os incidentes envolvendo Mendy teriam ocorrido entre outubro de 2020 e agosto de 2021, enquanto as acusações de Matturie são de março a agosto de 2021. Ambos foram convocados ao tribunal em Stockport nesta quarta-feira e o julgamento deve começar em 24 de janeiro. Os dois estão presos desde agosto e seus pedidos de recuperação da liberdade provisória foram rejeitados em várias ocasiões.

Mendy foi colocado em prisão provisória no final de agosto. O City suspendeu o atleta minutos antes do anúncio feito pela polícia. As agressões, denunciadas por quatro mulheres, teriam ocorrido na casa do jogador, em Cheshire, no noroeste da Inglaterra. Uma das vítimas é menor de idade.

Uma das principais promessas da lateral no futebol francês na última década, Mendy foi contratado pelo Manchester City em 2017 O clube pagou 60 milhões de euros (R$ 212 milhões na cotação da época) ao Monaco para contar com o jogador, o tornando o defensor mais caro da história na época.

Convivendo com lesões, a carreira de Mendy não decolou na Inglaterra e se acostumou a ficar no banco de reservas da equipe comandada por Pep Guardiola. Em 2018, porém, fez parte do elenco da França que conquistou a Copa do Mundo da Rússia.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas