Leo Prates critica ato contra Bolsonaro por aglomeração: 'Igualaram adversários'

salvador
29.05.2021, 17:12:00
(Reprodução)

Leo Prates critica ato contra Bolsonaro por aglomeração: 'Igualaram adversários'

Segundo secretário, manifestação traz risco à saúde pública

O secretário de Saúde municipal, Leo Prates, criticou neste sábado (29) um ato contra o presidente Jair Bolsonaro e por mais vacinas que aconteceu em Salvador, dentre outras cidades do país. Para Leo, os manifestantes "igualaram os adversários" ao fazer uma manifestação que gerou aglomeração na região do Campo Grande.

"Hoje é um dos dias mais tristes da minha vida. Me considero uma pessoa de centro, alguns dizem de centro esquerda, mas acima de tudo uma pessoa de princípios. Sou oposição a Bolsonaro, mas não posso concordar que o combate se faça no mesmo nível que o dele. Colocando vidas em jogo! Lamentáveis as cenas de aglomeração de hoje! Igualam adversários e trazem sério riscos à saúde coletiva! Vamos torcer para que a 15 dias a partir de hoje não tenhamos leitos lotados por essa atitude!", escreveu o secretário no Twitter.

Em Salvador, o ato começou por volta das 10h. Diversas entidades estiveram presentes no evento, especialmente sindicatos e organizações estudantis, como Une e Ubes. Houve também gritos pedindo "Fora Bolsonaro" durante todo o percurso, da Avenida Sete à Praça Castro Alves.

Faixa com a frase "Vida, Pão, Vacina, Educação" (Foto: Roberto Midlej)

Distanciamento
No carro de som, uma pessoa demonstrava preocupação e frequentemente pedia que os demais se mantivessem distantes. “Pedimos que só viessem pessoas fora do grupo de risco. A gente se manifesta em redes sociais, mas chega uma hora que não é suficiente e a gente precisa ir para ruas. Sem abraço nem beijo, mas temos que nos manifestar”, ponderou Cristiano.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas