Lixo produzido nos jogos da Fonte Nova durante a Copa América será reciclado

salvador
05.06.2019, 15:00:00
Atualizado: 05.06.2019, 15:02:47
(Felipe Oliveira/EC Bahia/Divulgação)

Lixo produzido nos jogos da Fonte Nova durante a Copa América será reciclado

Ação terá parceria da Cooperativa dos Recicladores da Unidade de Canabrava

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Comitê Organizador Local da Copa América 2019 realizará ações sociais e medidas durante o evento, com o objetivo de reduzir o impacto ambiental durante os jogos nas cinco cidades-sede (Salvador, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre).

Em Salvador, os resíduos produzidos durante os jogos na Fonte Nova passarão por reciclagem. A triagem será feita pela Cooperativa dos Recicladores da Unidade de Canabrava (Cooperbrava). Além disso, o estádio terá kits de mitigação, com itens adequados para possível derramamento de óleo diesel que possa ocorrer no abastecimento dos geradores de energia. 

Ja última segunda-feira (3), a capital baiana também recebeu o primeiro workshop sobre a Geração Z e o Mercado de Trabalho. Foram realizadas palestras educativas para 33 adolescentes, de 15 a 18 anos, que vivem no Lar Pérola de Cristo, em Paripe. O encontro contou com as presenças de Paulo Ungar, Marcos Peso, Marcelo Bezerra e Denise Monteiro, que abordaram temas como Voluntariado, Progresso pessoal e profissional fazendo o que se ama, O lado Oculto do sucesso, Educação Financeira e Desenvolvimento e Engajamento da Geração Z e o Mercado de Trabalho. 

Somando as cinco cidades-sede que receberão o evento, ao todo, mais de 300 jovens de 15 a 18 anos de instituições parceiras da CBF Social serão impactados.

“A 10 dias da estreia nossa expectativa só aumenta. Essas são questões extremamente importantes para o Comitê Organizador Local e principalmente para o nosso país. Acho que essa preocupação deveria ser de qualquer cidade-sede que recebe uma grande competição. Gostaria de agradecer a parceria com as cooperativas de catadores locais que estarão na Arena Fonte Nova e no Mineirão fazendo esse importante trabalho de triagem de resíduos e sua destinação correta”, disse Agberto Guimarães, Diretor de Operações do Comitê Organizador Local da Copa América 2019.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas