Lukaku brilha, Inter de Milão vence e vai às semis da Liga Europa

esportes
10.08.2020, 18:34:00
Atualizado: 10.08.2020, 18:34:27
(Foto: Martin Meissner/AFP)

Lukaku brilha, Inter de Milão vence e vai às semis da Liga Europa

Time italiano bateu Bayer Leverkusen por 2x1

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Inter de Milão está na semifinal da Liga Europa. Em dia de estrela de Lukaku, o time italiano derrotou o Bayer Leverkusen por 2x1 em Dusseldorf, e avançou no torneio. Foi o primeiro jogo do novo modelo dos torneios europeus, que tem confrontos em partida única a partir das quartas de final. 

O clube de Milão vai encarar na fase seguinte o vencedor entre Shakhtar Donetsk e Basel, que duelam nesta terça-feira (11), em Gelsenkirchen. A partida pela semi será na segunda-feira (17), às 16h, também em Dusseldorf.

Essa fase decisiva da Liga Europa, que acontece toda na Alemanha, é no mesmo formato que será adotado pela Liga dos Campeões da Uefa a partir de quarta-feira (12). No caso da Champions, as quartas, semis e final serão com disputa de jogo único em Lisboa.

Trêz vezes campeã da Liga Europa, a Inter de Milão dominou o primeiro tempo, fazendo pressão desde o início. Do outro lado, o Leverkusen parecia sentir o jogo e mostrava dificuldade. Aos 14 minutos, Lukaku tentou fazer o pivô, teve o chute travado, mas Barella aproveitou a sobra e abriu o placar.

Aos 20 minutos, um lance parecido. Nele, Lukaku recebeu de novo de Ashley Young, mas girou para a esquerda e fez os 2x0. Ainda poderia ter anotado mais um logo depois, mas Hradecky fez ótima defesa.

A resposta do Bayer Leverkusen foi rápida. Aos 24, Havertz recebeu e chutou forte, descontando. No minuto seguinte, o árbitro assinalou pênalti para a Inter de Milão, mas foi anulado com revisão do VAR.

O segundo tempo teve maior movimentação no ataque do clube alemão, que tentava o empate. Já o time italiano apostava em contra-ataques para tentar aumentar a vantagem no placar. No fim, o juíz marcou outro pênalti para a Inter, em falta sofrida por Eriksen, mas novamente o VAR reviu o lance no VAR e retirou a penalidade. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas