Lutadora baiana volta a vencer no UFC e diz que recuperou 'segurança e confiança'

esportes
17.05.2022, 20:06:00
Virna usando seu colar de Oxóssi durante a entrevista pós luta (Evelyn Rodrigues)

Lutadora baiana volta a vencer no UFC e diz que recuperou 'segurança e confiança'

Virna Jandiroba, que é natural de Serrinha, comemorou a vitória com uma guia de seu orixá Oxóssi

Sete meses após perder combate contra a brasileira Amanda Ribas, no UFC 267, em Abu Dhabi, a lutadora baiana Virna Jandiroba voltou a vencer um duelo na categoria peso-palha (até 52kg). No sábado (14), Virna venceu a norte-americana Angela Hill por decisão unânime dos juízes. O evento aconteceu em Las Vegas (EUA).

"Estou me sentindo muito feliz por ter uma vitória novamente. Eu vim de uma derrota, as derrotas me fazem refletir bastante, mexem muito comigo emocionalmente. Essa vitória é muito importante para recuperar minha segurança e confiança", declarou a lutadora ao canal Combate.

Na entrevista, Virna usava seu tradicional chapéu e, no pescoço, carregava uma guia de seu orixá Oxóssi. Atualmente ela é a 12ª no ranking do peso-palha.

Ela ainda formou que a vitória no octógono também significou um triunfo sobre ela mesma. "Tive uma trajetória, passei por desertos de mim mesma, muitas questões de desconforto, enfrentamento, acho que me ajudou bastante. Achei que tinha perdido o primeiro round, estava no segundo, pensando que precisava ganhar o terceiro. Foi muito importante. Toda minha trajetória me ensinou bastante. Espero que agora lute com uma top 10, espero que entre no top 10", completou.

Agora, Virna Jandiroba segue por mais dois meses nos Estados Unidos para tratar uma lesão no joelho que teve durante a luta. Sua expectativa é já estar disponível para o próximo evento do UFC.

 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas