Luva de Pedreiro ressurge após cinco dias e diz que teve WhatsApp hackeado

em alta
26.06.2022, 17:07:00
(Reprodução)

Luva de Pedreiro ressurge após cinco dias e diz que teve WhatsApp hackeado

Baiano diz que está bem, ao lado da família: "Nós somos brasileiros, não desistimos nunca"

O influencer baiano Luva de Pedreiro apareceu neste domingo (26) nas redes sociais para dizer que teve a conta no WhatsApp hackeada. Desde que publicou um vídeo dizendo que ia "dar um tempo", Iran Alves estava há cinco dias sem fazer publicações. 

"Fala minha tropa, galera, eu tenho um WhatsApp aqui, galera, que foi meu ex-empresário que fez, galera, e ele sumiu do meu celular. Eu não tenho, hackearam meu WhatsApp", diz o influencer.

Ele continua: "Qualquer mensagem que chegar aí, não foi eu que mandei. Sumiu meu WhatsApp, não mando mensagem para aquele WhatsApp, me hackearam. Quem fez foi meu outro empresário".

Na sequência, Iran diz que ele está bem, ao lado da família. "Fala, minha tropa, mas eu estou de boa galera, eu estou bem, graças a Deus, estou com a minha família, graças a Deus", afirmou. "Nós somos brasileiros, não desistimos nunca. Receba, graças a Deus", continua ele, usando o bordão que o consagrou.



Crise com empresário
Nos últimos dias, o influencer se envolveu em uma crise com o empresário Allan Jesus, que até então administrava sua carreira. 

A briga pública entre os dois estourou após Iran se mostrar insatisfeito com o andamento da carreira e anunciar uma pausa. Desde então, notícias sobre como o influencer não tem recebido o dinheiro por seus trabalhos e ainda leva uma vida pobre foram publicadas. 

Segundo o colunista Leo Dias, do Metrópoles, o influencer teria cerca de R$ 7,5 mil apenas em duas contas. Para poder encerrar o contrato, que vai até 2026, ele tem que pagar cerca de R$ 5,2 milhões, segundo a coluna. 

Allan Jesus publicou um vídeo nas redes sociais dizendo que é honesto e vai provar sua inocência. "Se for provado que roubei R$ 1 que eu pague. Tenho nome a zelar, tenho família e entrego para a Justiça divina e dos homens para que tudo se resolva. Vou provar a verdade dos meus atos", afirmou. 

Apesar dos contratos com valores que chegam ao valor estimado de R$ 1,3 milhão,  Luva de Pedreiro também continua morando na mesma casa, em Quijinque, no interior baiano, sem nenhuma reforma no local. A coluna publicou um vídeo mostrando a situação atual do imóvel simples, sem pintura e até sem porta entre alguns cômodos.

O empresário diz que a casa seria reformada com ajuda de uma arquiteta e que o influencer sabe disso. Diz ainda que hoje ele vive baseado no Rio de Janeiro e a casa era usada só para gravações.


***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas