Mãe presa por vender filha por R$ 200 parcelou o valor em duas vezes

brasil
28.07.2021, 17:09:50
Atualizado: 28.07.2021, 17:20:12
(Foto: Reprodução)

Mãe presa por vender filha por R$ 200 parcelou o valor em duas vezes

Suspeita já teria vendido outros sete filhos, segundo a polícia, para comprar drogas

Marilza Medeiros da Conceição, presa por vender a filha recém-nascida por R$ 200, parcelou o valor, usado para comprar drogas, em duas vezes. A criança foi resgatada pelo Conselho Tutelar de São Pedro da Aldeia, Região dos Lagos, no Rio de Janeiro, em abril de 2021.

De acordo com o portal Metrópoles, o juiz da 2ª Vara de São Pedro da Aldeia, Márcio da Costa Dantas, determinou em audiência no último dia 8 de junho que a compradora Elizângela da Silva Pacheco, 42 anos, preste serviços à comunidade durante seis meses e pague à ONG Patotinha da Aldeia três salários mínimos, o equivalente a R$ 3.300.

Com essas medidas, o processo contra Elizângela fica suspenso pelo prazo de dois anos e após o cumprimento das determinações será arquivado.

Marilza, que teve 10 filhos, foi presa na terça-feira (27). Ela é investigada por suspeita de ter vendido outros sete filhos, segundo o delegado Milton Siqueira Júnior, também com o intuito de reverter o valor na compra de entorpecentes.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas