Mais de 180 mil pessoas devem deixar Salvador no feriado

salvador
18.04.2019, 05:30:00

Mais de 180 mil pessoas devem deixar Salvador no feriado

Veja dicas para evitar transtornos

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Com a chegada do feriado da Semana Santa nessa sexta-feira (19), muitos baianos escolhem aproveitar a folga para descansar ou conhecer um lugar novo. Somados os passageiros esperados no aeroporto, na rodoviária e no sistema ferry-boat, mais de 180 mil pessoas devem deixar a capital. 

Só pelo ferry-boat, a expectativa é que circulem 12 mil veículos e cerca de de 88 mil pessoas até o domingo (21). Para atender a demanda, a empresa abriu 160 vagas extras.

O número é resultado da limitação que fez o sistema operar apenas com cinco embarcações no período. Estarão disponíveis os barcos Ivete Sangalo, Pinheiro, Maria Bethânia, Dorival Caymmi e Anna Nery. Outras duas embarcações estão em reforma e por isso não realizarão travesias no feriado.

Para amenizar a situação, a Agerba (agência que regula o transporte no estado) determinou a suspensão da travessia de ônibus e outros veículos de grande porte durante o feriado.

Antecipou
O estudante Leonardo Lima, 18, escolheu viajar de Salvador para Itacaré já nessa quarta-feira (17) para evitar filas e engarrafamentos Mesmo assim, o estudante já notou os efeitos do feriado. “Peguei o ferry até Bom Despacho e de lá fui de ônibus para Itacaré. A fila de pedestres estava tranquila, mas a de carros estava enorme. O ferry até atrasou uns 20 minutos”, contou. A volta também será adiada para fugir de multidões. “Ia voltar no domingo, mas agora estou pensando em voltar segunda ou até na terça para não pegar fila”, disse ele. 

Quem não tem condições de viajar antes ou voltar depois pode, pelo menos, escolher horários onde o fluxo não esteja tão intenso. No caso do sistema ferry-boat, a Internacional Travessias Salvador (ITS), concessionária que administra o serviço, espera maior movimento nesta quinta (18), saindo de Salvador; e no retorno, em Itaparica, dias 21 e 22 (domingo e segunda-feira). Outra forma de evitar transtornos é já adquirir o bilhete na modalidade hora marcada. Ao todo, são 4.855 vagas de Hora Marcada, e as viagens acontecem de hora em hora.

De ônibus
Para quem escolher sair da cidade de ônibus, poderá contar com 150 horários extras além dos já habituais 540 horários diários. Segundo a Agerba, o movimento de procura pelas passagens já começou a crescer desde segunda-feira (15). Espera-se que 45 mil pessoas deixem Salvador pela rodoviária. 

Para evitar possíveis imprevistos, a Agerba orienta que o passageiro chegue ao terminal rodoviário com antecedência mínima de 20 minutos. A apresentação de um documento oficial de identificação com foto é obrigatória. 

Pelo ar 
Outra opção de viagem é sair de Salvador através do Aeroporto Internacional Luís Eduardo Magalhães. No aeroporto, horários extras para os voos não serão oferecidos. De 18 a 22 abril, serão 55.299 assentos para partida e 55.347 para chegada. Ou seja, até 101 mil passageiros podem passar pelo terminal.

O aeroporto chama, ainda, atenção para uma mudança no embarque doméstico. “Pedimos aos passageiros que observem a mudança do local do embarque doméstico, que desde a manhã dessa quarta-feira (17) funciona no segundo pavimento. Para direcioná-los, além de sinalização provisória, temos agentes orientando os viajantes no Terminal”, informou a assessoria. 
 

* Com supervisão do chefe de reportagem Jorge Gauthier

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas