Manifestantes são agredidos por PM durante protesto na 29 de Março

salvador
17.05.2021, 19:38:00
Atualizado: 17.05.2021, 20:58:31

Manifestantes são agredidos por PM durante protesto na 29 de Março

Moradores fecharam a pista acusando que homens desconhecidos tomaram terrenos na região; dois homens detidos foram liberados após serem escutados na delegacia

Um pequeno grupo de manifestantes interditou um trecho da Avenida 29 de Março, em Salvador, num trecho próximo ao bairro de Cajazeiras. Os homens alegavam que homens estariam tomando terrenos na região. A Polícia Militar foi acionada e imagens feitas pela TV Bahia flagaram ao vivo o momento em que agentes da PETO agrediram alguns dos manifestantes.

A filmagem flagrou quando que três policiais imobilizaram um dos manifestantes. Enquanto um aplicava um mata-leão no rapaz, outro desferiu chutes contra o homem, já imobilizado. Momentos depois, as imagens flagaram os policiais aplicaram spray de pimenta conta uma outra pessoa. Logo depois, um policia efetuou um tiro de bala de borracha.

A Transalvador afirmou em nota que o protesto foi encerrado por volta das 13h30. Procurada, a Polícia Militar informou que foi acionada para atender a uma ocorrência de manifestação com cerca de 30 manifestas dos dois lados da pista, obstruinda a via.

Segundo a PM, dois homens tentaram obstruir a via no sentido Águas Claras após os policiais militares negociarem com alguns dos presentes pela liberação da via. A PM afirmou que um dos policiais tentou impedir o novo bloqueio e acabou agredido.

Ainda em nota, a PM afirmou que dois homens foram detidos e apresentados na 13ª Delegacia. Procurada, a Polícia Civil afirmou que os dois homens foram conduzidos para a 13ª DT/Cajazeiras, por uma guarnição da 3ª CIPM, onde foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por desobediência. Eles foram ouvidos e liberados.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas