Médico do Bahia explica situação e projeta retorno de Ramírez

e.c. bahia
22.06.2021, 17:27:00
Índio Ramírez voltou da Colômbia e vai continuar recuperação na Cidade Tricolor (Foto: Felipe Oliveira/ EC Bahia)

Médico do Bahia explica situação e projeta retorno de Ramírez

Meia voltou da Colômbia e está em recuperação na Cidade Tricolor

O Bahia vai ganhar um reforço importante nos próximos meses. Nesse caso não se trata de nenhuma contratação, mas do retorno de um velho conhecido dos tricolores. O meia colombiano Índio Ramírez voltou ao clube na semana passada e iniciou a segunda fase do processo de recuperação da lesão que sofreu no joelho, em fevereiro deste ano.

O jogador passou por cirurgia na Colômbia e fez parte da recuperação no Atlético Nacional, clube dono dos seus direitos. De acordo com Luiz Sapucaia, médico do Bahia, a tendência é de que Ramírez inicie os trabalhos no campo a partir do próximo mês e volte a atuar entre agosto e setembro.

“Índio evoluiu muito bem. Ele teve uma lesão de cruzado anterior, fez a cirurgia lá em Medellin, iniciou a fisioterapia lá. Ele se apresentou em bom estado geral, ainda tem uma atrofia importante no quadríceps que a gente vai começar a resolver aqui no clube. Mas a cirurgia foi um sucesso, ele está com o joelho estável, já tem quatro meses de operado e agora começa o trabalho de força, no quinto mês podemos começar um trabalho isocinético no campo para liberá-lo em breve”, disse Sapucaia.

“Em uma cirurgia desse porte normalmente o retorno é em seis meses, mas vamos prepara-lo para dentro desse prazo entrega-lo ao grupo e aí fica à critério do treinador. Acredito que após sete meses ele já tenha condições de jogo”, continuou.

Juan Pablo Ramírez tem 23 anos e chegou ao Bahia no ano passado emprestado pelo Atlético Nacional. O jogador não demorou muito para se firmar entre os titulares e vinha sendo destaque do Esquadrão no Campeonato Brasileiro. Foram 11 jogos e três gols até o momento da lesão.

Em fevereiro, durante partida contra o Fluminense, Ramírez acabou rompendo o ligamento do joelho. O meia tem contrato com o tricolor até o fim da temporada, mas o Bahia tem prioridade na compra em definitivo dos direitos do atleta.

O médico tricolor aproveitou também para atualizar a situação de Matheus Galdezani, que sofreu um estiramento na região da coxa. Segundo Sapucaia, o volante está em tratamento e deve ser liberado para ficar à disposição de Dado Cavalcanti a partir da próxima semana.

“Matheus (Gadezani) teve um estiramento de grau dois no bíceps femoral, mas evoluiu bem, já está fazendo trabalho na academia e acredito que semana que vem ele já esteja disponível”, explicou.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas