Menino de 3 anos é encontrado morto em casa de vizinha em Valéria

salvador
20.07.2021, 07:02:56
Atualizado: 20.07.2021, 18:19:54
(Reprodução/TV Bahia)

Menino de 3 anos é encontrado morto em casa de vizinha em Valéria

Criança estava desaparecida e a mãe encontrou o corpo do filho dentro de um saco

Um menino de 3 anos foi encontrado morto dentro de uma casa no bairro de Nova Brasília de Valéria, na madrugada desta terça-feira (20). Segundo informações da mãe da criança, Daniela Goés, Luiz Fernando foi encontrado na casa da vizinha dela. O caso ocorreu na Rua Manuel Quirino.

Ela contou que ele estava brincando na frente de casa e ela o deixou na companhia de outras crianças, na noite dessa segunda-feira (19). "Fui em casa e quando voltei, não encontrei mais", relatou.

A vizinha, identificada apenas como Cacau, inicialmente negou que a criança estivesse em sua casa. "Eu fui na casa de outra vizinha, mas ela disse que não estava lá também. Que ele tinha ficado no mesmo lugar que deixei. Ninguém viu ele entrando  na casa dela". 

Daniela continuou procurando pelo filho e voltou à casa da moradora. Lá, encontrou um saco de linhagem embaixo de uma mesa. Ao carregar, encontrou o corpo do filho. "Eu perguntei por que ela fez isso com ele e ela ficou dizendo: 'Ele não está morto, está desmaiado'. Eu trouxe ele pra UPA, e o médico disse que ele recebeu paulada e deve ter sido estrangulado. Ele estava cheio de hematomas no pescoço", contou Daniela. A vizinha fugiu após o crime.

Em nota, a Polícia Civil informou que uma equipe do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) foi acionada após Luiz Fernando dar entrada na UPA de Valéria sem sinais vitais. Já foram expedidas as guias periciais e as apurações do crime serão conduzidas pela Delagacia de Homicídios/BTS. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas