Mensagens de PMs orientando pessoas a ficar em casa são falsas, diz SSP

salvador
11.05.2022, 12:33:00
Movimento policial na região de Cajazeiras (Arisson Marinho/CORREIO)

Mensagens de PMs orientando pessoas a ficar em casa são falsas, diz SSP

Morte de três PMs no final de semana aumentou clima de insegurança

São falsas as mensagens de áudio e texto que circulam pelo WhatsApp e outras redes sociais mandando a população ficar em casa por conta de risco de episódios de violência em vários bairros de Salvador, segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP).

Nas mensagens, o emissor se identifica como policial militar, ou diz ter algum amigo na PM, e alerta para o perigo nesta quarta-feira (11). "Haverá confronto e operações policiais em diversos bairros. Fiquem em casa", diz uma das mensagens, que atribui a informação sobre o dia "crítico" a um amigo que seria médico da PM.

"São fake news os áudios atribuídos a integrantes da Polícia Militar com orientações sobre ficar em casa e supostos toques de recolher", diz nota da SSP, que destaca que não se deve compartilhar e consumir informações de fontes que não são confiáveis.

A secretaria ressalta que tem reforçado as ações policiais justamente para aumentar a sensação de segurança e garantir o direito de ir e vir dos cidadãos. 

Vários bairros da capital vivem clima de insegurança na região de Cajazeiras, depois da morte de três policiais militares no final de semana. Mesmo nesses locais, nesta quarta uma rotina voltou a ser retomada - escolas voltaram a funcionar após dois dias, mesmo com cautela.

Ontem, ao CORREIO, alguns comerciantes da região relataram que preferiram não abrir as portas por conta do clima. Não há toque de recolher, afirmou a Polícia Militar.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas