Mesmo com menos empresas, emprego no setor de serviços cresceu na Bahia

bahia
25.08.2021, 18:47:00
Atualizado: 25.08.2021, 18:47:28
(Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

Mesmo com menos empresas, emprego no setor de serviços cresceu na Bahia

No período anterior à pandemia, 536.968 profissionais da área estavam empregados

Entre os anos de 2018 e 2019, o setor empresarial de serviços encolheu 2,1% na Bahia. Em um ano, o estado perdeu 1.056 empresas do setor, passando para 49.037 em 2019. Contudo, no mesmo período, o número de pessoas trabalhando nas empresas de serviços no estado aumentou 0,5%, para 536.968.

A receita bruta do setor também cresceu no período, ficando em R$ 62,898 milhões, um crescimento de 8,5%. Os dados são da Pesquisa Anual de Serviços (PAS) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Ainda nos anos de referência da pesquisa, a queda no número de empresas dessa área na Bahia, foi puxada pelas atividades imobiliárias, que perderam 634 empresas  (-28,6%) e pelo segmento de transporte, perdendo 629 (-9,0%). Contudo, o número ainda foi o sétimo maior do país e o maior das regiões  Norte-Nordeste, posições que a Bahia ocupa desde o início da PAS em 2007. 

Os segmentos que tiveram crescimento foram o de ensino continuado, com mais 597 empresas em um ano (42,3%) e serviços de informação e comunicação, mais 391 empresas (16,1%).

Dos 27 estados, 15 viram o setor encolher neste período. Ainda assim, no Brasil como um todo, houve um aumento de 21.835 empresas ativas de serviços de 2018 para 2019, atingindo 1.371.590 (+1,6%). 

A queda do número de empresas na Bahia foi a sexta maior. Os piores resultados foram do Rio de Janeiro (-2.462), no Ceará (-2.194) e em Mato Grosso do Sul (-1.808). Já os maiores foram em São Paulo (14.665), Santa Catarina (7.694) e Rio Grande do Sul (5.850).

Já nas contratações, empregando 2.885 novos trabalhadores, a Bahia teve o 15º maior saldo positivo dentre os estados. Os líderes foram São Paulo (76.760), Paraná (43.529) e Santa Catarina (40.197).

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas