Meta para 2019: O que fazer para virar concurseiro

empregos
24.12.2018, 06:00:00
Atualizado: 24.12.2018, 07:40:48

Meta para 2019: O que fazer para virar concurseiro

Especialistas dão dicas para quem quer mudar de vida em 2019 e conquistar um emprego público

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Recém-formada em Direito, Cássia Santos, 24 anos, não conta as horas em que estuda para ser aprovada em concurso público. Qualquer momento vago é válido. “O que vale é a qualidade do estudo e não a quantidade de tempo”, estima a advogada, que interrompeu a maratona recentemente para se dedicar ao Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). 


Agora, de volta às apostilas, livros e simulados, ela mantém uma certa rotina: “Gosto de pegar uma matéria com a qual me identifico mais, leio doutrina, faço resumos e resolvo muitas questões”, diz. Um esforço que está sendo compartilhado diariamente em todo o país por centenas de milhares de concurseiros que brigam pelas mesmas vagas de ingresso no serviço público.
Sendo assim, qual o segredo para chegar entre os melhores e garantir o emprego público em 2019?  


Para o coach de concursos Alessandro Marques, o primero passo é definir um foco e levantar que concursos e qual área se deseja.  “Nunca se deve estudar para qualquer concurso que aparece”, indica. Segundo ele, o concurseiro deve priorizar seleções que tenham as mesmas matérias. 
Outra dica sua é começar a estudar logo, sem esperar passar o Verão para meter a cara no livro.

Foco


“Passar em um concurso não acontece da noite para o dia. A depender de qual seja, você pode ter que estudar dois ou três anos”, afirma o coach.
Ex-funcionário do TCU, que deixou a estabilidade do serviço público em 2014 para ensinar a concurseiros como ser aprovado, Victor Ribeiro tem opinião parecida.


“Se o candidato quiser ser aprovado em 2019 ele primeiro precisa escolher uma carreira na qual possa fazer, quem sabe, três concursos envolvendo o mesmo conjunto de disciplinas”. Para ele, há três pontos chaves para a aprovação: definição da carreira, clareza sobre o que se precisa fazer especificamente para conseguir passar, e aprender a aprender.  “Isso envolve criar uma representação na mente do conteúdo estudado”, diz. 


Um exemplo que ele dá é que a pessoa pode decorar o texto constitucional, mas se o conceito da Constituição não entrar na cabeça, ela não vai saber dizer quais são os seus sentidos principais e dificilmente irá passar.  

Para quem está iniciando os estudos, ele recomenda de quatro a seis disciplinas por semana, começando com as que provavelmente cairão em todos os concursos da carreira. Ele estipula um período de duas horas para cada disciplina enquanto se desenvolve a capacidade de foco e concentração. “Se a pessoa tem quatro horas disponíveis por dia, dá para começar com duas disciplinas por dia”, diz.

Para Ribeiro, a organização dos estudos tem de possibilitar revisão semanal das disciplinas. Com ou sem organograma definido, os concurseiros seguem estudando firme para conseguir a vaga. “Por mais difícil que seja essa caminhada, é a única que poderá me levar ao meu objetivo”, afirma Cássia. 

Dicas para ‘gabaritar’

Foco  Escolha uma carreira dentro do serviço público que mais lhe convém e faça apenas concursos nessa área. A tendência é que as matérias se repitam nessas seleções e com o passar do tempo o seu desempenho nas provas tende a melhorar

Tempo Especialistas recomendam pelo menos quatro horas de estudo por dia, para começar. Gradualmente, a carga horária deve aumentar até atingir seis horas. Não
adianta esticar muito o tempo de estudo se houver queda de rendimento. 

Disciplinas  Estude duas disciplinas por dia, metade do tempo para cada uma delas.

Simulados Faça simulados de provas e utilize material de concursos passados, pois na maioria das disciplinas o conteúdo permanece similar, Deixe para estudar atualizações quando sair o edital. 

Revisão Separe um dia por semana para fazer uma revisão do material estudado ao longo dos últimos dias.

Comece já Não deixe para começar a estudar depois do Verão ou quando sair o edital. A sua concorrência já está com a cara nos livros.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas