Militar é preso após sair da Base Naval de Aratu com fuzil e munições

salvador
08.07.2019, 17:00:00
Atualizado: 08.07.2019, 17:15:33

Militar é preso após sair da Base Naval de Aratu com fuzil e munições

Ocorrência foi registrada pela Polícia Militar e na 5ª Delegacia (Periperi)

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um marinheiro foi preso pouco depois de deixar a Base Naval de Aratu (BNA) levando consigo um fuzil modelo FAL, calibre 7.62 e 20 munições da arma, além de um rádio PRC, da marca Motorola. Ele foi flagrado com a arma por policiais militares da 19ª Companhia Independente (19ª CIPM/Paripe), no bairro de Fazenda Coutos, no Subúrbio Ferroviário.

Em nota, a assessoria de comunicação social da Marinha do Brasil informou que “a prisão se configurou como flagrante delito e o Militar responderá ao Inquérito Policial Militar (IPM) já aberto pela BNA”.

A circunstância da prisão e o motivo de o militar ter deixado a Base com o fuzil e as munições não foram revelados. A informação é do Comando do 2º Distrito Naval da Marinha do Brasil.

A ocorrência foi registrada pela Polícia Militar do Estado da Bahia (PM-BA) e na 5ª Delegacia (Periperi). O CORREIO tentou falar com o delegado titular, mas ninguém atendeu às ligações.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas