Moisés sobre Lima Sergipano: 'Vou passar a ver mais vídeos dele'

e.c. bahia
22.03.2019, 13:50:00
Atualizado: 22.03.2019, 14:03:38
Moisés festeja gol marcado contra o Atlético de Alagoinhas, na semifinal do Campeonato Baiano (Felipe Oliveira / EC Bahia)

Moisés sobre Lima Sergipano: 'Vou passar a ver mais vídeos dele'

Gol do lateral contra o Atlético lembrou lances do ex-volante tricolor

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Lima Sergipano jogou no Bahia entre os anos de 1994 e 1997 e conquistou o carinho do torcedor tricolor pela potência de seus chutes. Apelidado de “Canhão do Fazendão”, o ex-volante completou 52 anos na última quinta-feira (21), quando o Bahia venceu o Atlético de Alagoinhas por 3x0, na Fonte Nova, no primeiro jogo da semifinal do Campeonato Baiano, e encaminhou a classificação para a decisão do estadual.

Por coincidência, o placar foi aberto após um lance que lembrou os de Lima com a camisa azul, vermelha e branca. Aos 36 minutos do primeiro tempo, Moisés chutou forte de fora da área e estufou a rede, para a alegria da galera da arquibancada. 

"Eu fique surpreso (pelo gol). O Felipe (Santana, assessor de imprensa do clube) conversou comigo após o jogo, falou que o Lima, volante, chutava muito de fora da área, tinha um chute potente. Agora eu vou passar a ver mais vídeos dele", disse em meio a risos. "Vai que isso rola mais vezes, né? Fico feliz. Aniversário dele, dar o os parabéns para ele. Deus abençoe e dê muita saúde. Fico feliz em ter marcado o gol, inclusive porque era um dia especial para ele", completou.

Lima marcou 84 gols com a camisa do Bahia. Moisés ainda está bem longe disso. O gol contra o Atlético foi o quarto da carreira dele e o que ele mais gostou de rever. "Feliz pelo gol de ontem, feliz por ajudar a equipe. Acho que foi o gol mais bonito que fiz na carreira. Fui muito feliz ali no chute, pude abrir o placar e ajudar a equipe", comemorou. A contagem tem três gols pelo Bahia e um pelo Bragantino. 

Bahia e Atlético voltam a se enfrentar na quarta-feira (27), às 21h30, no estádio Carneirão, em Alagoinhas. O Esquadrão pode perder por até dois gols de diferença que ainda assim garante vaga na decisão do estadual. Derrota por três gols de diferença leva o duelo para os pênaltis. Antes, o tricolor entra em campo pela Copa do Nordeste, domingo (24), às 18h, contra o Salgueiro, na Fonte Nova. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas