Morador de rua baiano relembra encontro com esposa de personal: 'Não me arrependo'

em alta
24.03.2022, 12:13:52

Morador de rua baiano relembra encontro com esposa de personal: 'Não me arrependo'

'Sou um amante das mulheres', disse Givaldo Alves de Souza

O morador de rua baiano agredido por um personal trainer após ser flagrado transando com sua esposa contou não ter arrependimentos, apesar da surra. Givaldo Alves de Souza, de 48 anos, afirma que foi abordado pela companheira do educador físico e convidado a fazer sexo dentro de um carro.

Givaldo deu detalhes do encontro com a mulher e garantiu que não houve qualquer tipo de violência. Em entrevista ao Metrópoles, no entanto, ele disse que não sabia que a moça era casada.

A abordagem, segundo o morador de rua, ocorreu na rodoviária da cidade e ambos seguiram no carro da mulher para um local afastado.

Saiba mais sobre o Caso Personal

O baiano reafirmou — como fez em depoimento à polícia — que a relação com a mulher foi consensual e que, inclusive, foi convidado por ela a entrar no veículo dela, mesmo após dizer que não “teria tomado banho”. 

“Eu andava pela rua e ouvi um grito: ‘Moço, moço’. Olhei para trás e só tinha eu. E ela confirmou comigo dizendo: ‘Quer namorar comigo?’”.

“Moça, eu não tenho dinheiro, sou morador de rua. Não tenho dinheiro nem para te levar ao hotel. Então, ela disse: ‘Pode ser no meu carro’”, intimou.

Então ele começou a narrar como aconteceu. "Estávamos na via e eu tirei o membro. Então era uma mão na direção e outra no 'carinho'", iniciou.

Os dois, então, pararam o carro numa via pouco movimentada. "É aqui mesmo", disse o sem-teto. Então eles deitaram os bancos e a mulher tirou a roupa. "A coisa mais maravilhosa e linda em um corpo de mulher. Perfeita", analisou o morador.

"Então começamos a brincadeira. Beijos na boca, orelha, pescoço, peitos, e vai descendo... um corpo que eu nunca vi igual. Sou um homem amante das mulheres", afirmou o baiano. 

"Foi maravilhoso", encerrou Givaldo.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas