Morre Walquiria de Oxum, umas das mais antigas filhas do Terreiro de Oxumarê

salvador
21.02.2019, 17:01:00

Morre Walquiria de Oxum, umas das mais antigas filhas do Terreiro de Oxumarê

Ela estava internada no Hospital Português

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.


Morreu na madrugada desta quinta-feira (21) Walquiria Duarte de Oliveira, 76 anos, umas das mais antigas filhas do Terreiro de Oxumarê. Conhecida no candomblé como Mãe Walquiria de Oxum, ela estava internada no Hospital Português e não resistiu após complicações em uma cirurgia de hérnia de disco, que inflamou seus pulmões.

O babá egbé da Casa de Oxumarê, Leandro Encarnação da Mata, filho e assessor direto do babalorixá do terreiro, Babá Pecê, lamentou a perda da líder religiosa, que tinha 57 anos de iniciação.

Foto: Divulgação

"Ela era integrante de um dos mais antigos barcos da casa, que é quando você inicia no candomblé ao mesmo tempo que outras pessoas. Ela era uma das filhas mais antigas da casa e fazia parte de um barco de outras quatro filhas de santo, que viveram 57 anos juntas. No Brasil, acho que nunca houve um barco que resistiu tanto tempo assim. Eram as quatro juntas, durante todos esses anos", conta.

Mãe Walquiria de Oxum fazia parte do barco das 4 de Mãe Simplícia. A Casa de Oxumarê tem 180 anos de fundação.

Leandro destaca ainda que uma das marcas mais fortes de Mãe Walquiria de Oxum era a voz. Ela, rotineiramente, entoava cantos pelo terreiro.

"Além de ser uma pessoa alegre, o que ela tinha de mais especial era voz. Era uma das mais belas do candomblé. Ela cantava muito, demais. Gostava de músicas litúrgicas. Ela carregava essa tradição, da melodia, do ritmo. Tinha uma voz gostosa de ouvir. Deixa muita saudade. O candomblé está de luto", lembra.

O enterro dela, que também era ialorixá do terreiro Ilê Axé Oxum, aconteceu nesta quinta-feira (21), às 17h, no cemitério Jardim da Saudade. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/patroa-ajudou-crianca-que-caiu-de-predio-a-entrar-no-elevador/
Miguel, de 5 anos, morreu; petição que pede justiça tem mais de 77 mil assinaturas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/morre-aos-85-anos-atriz-maria-alice-vergueiro-do-meme-tapa-na-pantera/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/manifestantes-ateiam-fogo-em-onibus-na-paralela-veja-video/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/rodamos-na-nova-versao-da-ranger-a-storm/
Em vídeo, jornalista automotivo analisa a cabine dupla diesel
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/idoso-de-81-anos-e-o-100o-paciente-com-covid-19-a-ter-alta-no-hospital-portugues/
Unidade comemorou liberação do homem, que deu entrada há seis dias com 50% do pulmão comprometido
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/depois-de-um-susto-targino-se-prepara-para-cantar/
Músico sofreu grave acidente de carro, mas escapou ileso e agora se prepara para fazer lives
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/sao-joao-sera-comemorado-com-maratona-de-lives-promovidas-pelo-correio/
Serão seis apresentações de bandas e cantores durante o projeto, que arrecadará doações
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/junho-chegou-correio-promove-lives-para-comemorar-o-sao-joao/
Apresentações acontecem sempre às sextas e sábados de junho, às 19h
Ler Mais