Motorista de Uber é morto com tiro na cabeça no Rio de Janeiro

brasil
03.08.2018, 08:05:00

Motorista de Uber é morto com tiro na cabeça no Rio de Janeiro

Ele foi atingido durante um tiroteio em uma tentativa de invasão à comunidade da Cidade Alta

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um motorista do aplicativo Uber morreu com um tiro na cabeça e duas pessoas ficaram feridas no Rio de Janeiro, na Avenida Brasil, altura de Parada de Lucas. O crime aconteceu no final da tarde desta quinta-feira (2), após uma tentativa de invasão dos traficantes de Parada de Lucas, ligados à facção criminosa Comando Vermelho. Eles tentaram invadir a comunidade da Cidade Alta, dominada pela facção rival Terceiro Comando Puro.

A Avenida Brasil é a principal via expressa de ligação entre o centro da cidade e as zonas norte e oeste da cidade, por onde passam mais de 300 mil veículos diariamente.

O tiroteio provocou pânico com os motoristas abandonando seus carros e se protegendo atrás das muretas da via expressa, que divide as pistas. Os dois feridos também foram atingidos por balas perdidas. Os dois foram encaminhados ao Hospital Estadual Getúlio Vargas, na zona norte, e estão fora de perigo.

As duas pistas da Avenida Brasil em direção à zona oeste chegaram ser fechadas pela Polícia Militar por medida de segurança. Nas redes sociais, os internautas narraram os momentos de tensão. A via expressa foi liberada em menos de 20 minutos, após o fechamento.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas