Mulher é atacada na web por usar macaquinho fitness para levar filho à escola

em alta
08.02.2022, 08:11:39

Mulher é atacada na web por usar macaquinho fitness para levar filho à escola

Internautas chegaram a pedir que o filho de Vanesa fosse expulso

Parece notícia do século XIX, mas é de 2022. Uma mulher tem sido alvo de ataques nas redes sociais após deixar seu filho pequeno na escola. O motivo do cancelamento? O macaquinho fitness que ela estava usando no momento. O caso aconteceu na cidade de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia.

Uma outra mãe que estava no carro de trás filmou a presença de Vanesa Medina usando a roupa que ela chamou de "inapropriada". Nas imagens, a mulher é vista de costas e de frente saindo de seu carro e pegando a mochila de seu filho antes de levá-lo até o portão do colégio. A peça tinha um top com decote halter e um recorte no peito.

Leia mais: Quem é Vanesa Medina, mãe que foi atacada por deixar filho na escola usando macaquinho

A mulher que gravou o vídeo também fez às vezes de narradora, dizendo que roupas assim não devem ser usadas perto de crianças. Ela também diz que não é a primeira vez em que Vanesa usa um look desse estilo para deixar o filho na escola.

O vídeo da modelo e advogada, que já havia vencido um concurso de Miss Fitness na Bolívia, rapidamente se tornou viral nas redes sociais do país sul-americano. Muitas pessoas ecoaram os comentários negativos da mulher que fez o vídeo. Algumas mães de alunos pediram a expulsão do filho de Vaneasa do colégio.

Nem todos, porém, ficaram contra ela, segundo reportagem do "La Noticia". Vanesa rebateu no Facebook as críticas que se disseminaram em redes sociais:

"Eu queria expressar a minha gratidão a todos que enviaram mensagens de apoio, sinais de carinho e agradecimento com palavras tão bonitas, e me defendendo nas redes sociais sobre aquele vídeo que se tornou viral com más intenções contra mim que a mãe fez, querendo me denegrir, expondo-se com tanto desprezo por mim, e expondo meu filho de quatro anos sem saber que é um crime. Seus planos não foram tão bem quanto ela queria. Ela teve as piores intenções ao carregá-lo e me expor. Sou uma mãe em forma que trabalha duro e cuido do meu filho com todo o amor do mundo, e não faço nada de mal a ninguém."

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas