Mutirão para prevenção do câncer de pele movimenta hospitais em Salvador

salvador
07.12.2019, 08:56:47
Atualizado: 07.12.2019, 09:09:51
Hospital Aristides Maltez, no bairro de Brotas, é um dos pontos de atendimento (Maria del Carmen/Divulgação)

Mutirão para prevenção do câncer de pele movimenta hospitais em Salvador

A expectativa é de que sejam realizados cerca de 700 atendimentos no dia

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Os hospitais Aristides Maltez, no bairro de Brotas, e Roberto Santos, no Saboeiro, amanheceram movimentados neste sábado (7). É que a regional baiana da Sociedade Brasileira de Dermatologia realiza, até às 13h, um mutirão de atendimento para prevenção do câncer de pele em vários postos da Bahia. A ação faz parte da campanha Dezembro Laranja, que tem a intenção de estimular a população na prevenção e no diagnóstico precoce do câncer da pele. Até as 9h deste sábado, mais de 300 senhas já haviam sido entregues só no Aristides Maltez.

(Maria del Carmen/Divulgação)

No interior, o mutirão vai ocorrer nos municípios de Alagoinhas (Policlínica Municipal de Alagoinhas), Feira de Santana (Secretaria Municipal de Saúde de Feira de Santana), Vitória da Conquista (Centro de Saúde DST-Aids), Jequié (USB Almerinda Lomanto), Vale do São Francisco (Universidade Federal do Vale do São Francisco - Liga Acadêmica de Dermatologia e IST) e Santo Antônio de Jesus.

Pode participar qualquer pessoa que tenha interesse em comparecer a um dos postos e ser avaliado por um dermatologista, principalmente se apresentar sintomas como: uma pinta com mais de três cores que se modificou ou apareceu recentemente; um ferimento na pele que não cicatriza; um sinal que está inflamando ou sangrando.

Os documentos necessários para a consulta são RG ou algum documento de identificação com foto; cartão do SUS; e comprovante de residência.

A doença na Bahia
No estado, dados da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) mostram que somente em 2019 foram registrados mais de 1.500 internações por câncer de pele no estado. Cerca de 180 pessoas morreram em razão da doença. A maioria, homens.

Segundo a SBD Nacional, quase 90% dos casos existentes no Brasil são de carcinomas. Apesar de terem letalidade baixa, esses tumores provocam cerca de 1.900 óbitos a cada ano em nosso País. Menos comum, o câncer melanoma é o tipo mais agressivo e, por este motivo, causa mais de 1.700 óbitos anualmente.

Elevador Lacerda laranja
Ainda em alusão ao movimento de combate ao câncer de pele Dezembro Laranja, serão implantadas luzes cor de laranja no Elevador Lacerda, um dos cartões postais da cidade.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas