Na Bahia, Toro a diesel é mais vendida que a flex

salvador
17.04.2020, 17:50:00
Atualizado: 17.04.2020, 18:35:59
Confira as impressões do jornalista automotivo Antônio Meira Jr., editor de veículos do CORREIO, sobre o veículo (Foto: Arquivo Correio )

Na Bahia, Toro a diesel é mais vendida que a flex

Assista a um vídeo e conheça nossas impressões sobre a picape

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A vocação da Bahia para o agronegócio faz com que as picapes se destaquem no ranking de vendas. Este ano, no acumulado de janeiro até sexta-feira, a Toro teve 925 unidades emplacadas no estado. Esse volume coloca o modelo da Fiat na quarta posição em vendas no mercado baiano, atrás apenas do Chevrolet Onix (1.727), Ford Ka (1.161) e Chevrolet Onix Plux (1.038). Ou seja, mesmo custando a partir de R$ 96.990 o utilitário deixa para trás modelos mais baratos como o Renault Kwid (911), o Hyundai HB20 (892) e a irmã Strada (768).

A configuração Freedom da Toro tem tração 4x4 (Foto: Marina Silva)

Outra situação específica é em relação ao mix de motorizações. Enquanto na média nacional a divisão é quase igual entre flex e diesel, na Bahia quase 65% das vendas são de versões a diesel, como a que avaliamos.

Confira as impressões do jornalista automotivo Antônio Meira Jr., editor de veículos do CORREIO, sobre a configuração Freedom da Toro. O modelo, cedido pela Fiat para avaliação, tem tração 4x4 e custa a partir de R$ 146.990.


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas