Nadal desiste e Federer vai à final em Indian Wells sem jogar

esportes
16.03.2019, 16:23:19
Atualizado: 16.03.2019, 16:27:35
(Foto: Yong Teck Lim/AFP)

Nadal desiste e Federer vai à final em Indian Wells sem jogar

Espanhol abandonou competição por causa de uma lesão no joelho

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O espanhol Rafael Nadal abandonou o Masters 1000 de Indian Wells antes das semifinais por causa de uma lesão no joelho.

O número 2 do mundo estava previsto para enfrentar Roger Federer neste sábado (16), mas optou por desistir da sequência do torneio, o que garantiu a passagem do suíço por W.O. para a decisão de domingo. 

Nadal reclamou de dores no joelho direito durante o segundo set do seu triunfo por duplo 7/6 sobre o russo Karen Khachanov, o 13º colocado no ranking da ATP, na sexta-feira, pelas quartas de final. Por causa disso, solicitou atendimento médico duas vezes e teve colocada uma fita adesiva nas proximidades do local lesionado. 

Neste sábado (16), o espanhol tentou treinar por cerca de 15 minutos, mas logo deixou a quadra no complexo onde o torneio é realizado com a cara fechada. Decepcionado, Nadal anunciou a sua decisão de não atuar nas semifinais em entrevista coletiva no mesmo dia em que entraria em ação. 

O espanhol também definiu que não voltará a jogar antes do Masters 1000 de Montecarlo, evento realizado em quadras de saibro e marcado para o meio de abril, desistindo, portanto, do Masters 1000 de Miami, que vai ser realizado na próxima semana.

A sua programação também inclui o Torneio de Barcelona e os Masters 1000 de Madri e Roma, até a chegada em Paris para Roland Garros. 

A partida deste sábado seria o 39º confronto entre Nadal e Federer, que avançou à final de domingo, quando buscará o sexto título, um recorde, do Masters 1000 de Indian Wells.

Será a terceira final seguida do suíço, hoje o numero 4 do mundo, nesse evento, sendo que ele foi vice-campeão no ano passado e ficou com o título em 2017. O seu rival vai sair do duelo entre o austríaco Dominic Thiem e o canadense Milos Raonic.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas