Não é só no BBB: veja 4 dicas para identificar líderes exponenciais no trabalho

empregos
17.01.2022, 10:22:00
Bons líderes são capazes de transformar negócios, impactando de modo positivo e exponencial (Shutterstock/reprodução)

Não é só no BBB: veja 4 dicas para identificar líderes exponenciais no trabalho

Formação de lideranças exponenciais ajudam a garantir mercado e boas práticas nas empresas

Está longe o tempo em que o papel do líder numa organização se limitava a comandar uma equipe. Na verdade, o papel da liderança ganhou outros contornos nos últimos anos e, hoje, são eles os responsáveis por gerir uma equipe, mas também criar um ambiente favorável, produtivo e de respeito junto aos colaboradores, precisando atuar e compreender a pluralidade do coletivo.

O mundo dos negócios percebeu que as posições de lideranças mais conservadoras, chamadas de “top down”, ou seja, “de cima para baixo”, um manda e outro obedece, limitam o potencial de crescimento de pessoas e negócios. Identificar, formar e atuar com lideranças exponenciais vem sendo a meta das organizações que compreenderam que esses colaboradores podem estar em qualquer posição e que essas presenças são fundamentais para o crescimento dos negócios. 

Marcelo Lico defende que os líderes têm o dever de formar novas lideranças dentro das suas áreas de atuação e adotando os princípios da ESG (Foto: Divulgação)

Sócio-fundador do Grupo Crowe Macro, grupo que atua nas áreas de auditoria e consultoria, Marcelo Lico defende que o líder exponencial tem como missão a execução do trabalho e a formação de novos líderes em várias frentes, sempre se atualizando com o que está acontecendo no mercado, mas também com a sociedade em geral, principalmente quando assunto do momento envolve meio ambiente, questões sociais/diversidade e adoção de melhores práticas de governança (ESG). “O líder tem que ser inspirador, independentemente de qualquer conjuntura, e visionário no sentido de buscar e preparar novos líderes para o mundo atual”, reafirma. 

Formação

Para ele, ao não investir na formação dessas lideranças, as organizações correm o risco de perder um líder exponencial para a concorrência ou até mesmo desse jovem líder se tornar um concorrente. “Tivemos vários casos nesses mais de 30 anos de estrada em que preparamos muitos jovens para serem líderes. Alguns se tornaram importantes executivos e nossos clientes em alguns casos. Outros, se tornaram colegas de profissão atuando como bons competidores. Faz parte do jogo”, diz. Lico cita o próprio exemplo, na Crowe Macro, onde 70% dos sócios começaram como trainees e, hoje, estão na linha de frente dos negócios em várias frentes.

Lico defende que o líder deve estar preparado para administrar conflitos e amenizar egos de potenciais talentos e de futuros líderes. “O melhor líder é aquele que prepara novos líderes. Esse é o grande desafio. E preparar novos líderes é como domar feras”, pontua. 

De acordo com o coordenador geral do núcleo Bahia do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC) Albérico Mascarenhas, as habilidades básicas necessárias para uma boa liderança dialogam com as práticas de governança corporativa. “A boa liderança precisa ser exercida por alguém à frente das equipes capaz de atuar de forma próxima, transparente, comprometida, ética e tendo em vista a prestação de contas a liderados e a quem se reporta. Servir de exemplo é outro fator importante seja para transformações culturais ou para multiplicar os valores da empresa”, define.

Albérico Mascarenhas salienta que o líder exponencial é um potencial gerador de inovação dentro da organização onde atua (Foto: Divulgação)

Mascarenhas reconhece que certos indivíduos possuem vivências e experiências diferentes e, assim sendo, alguns estarão mais habilitados para determinados desafios da rotina do trabalho. “Contudo, os espaços de colaboração podem promover um desenvolvimento mútuo. Para quem lidera, há a chance de conhecer outros caminhos ao dar voz aos componentes da equipe. Para quem é liderado, criam-se a oportunidades de carreira. Nessas duas vias, as companhias tendem a ganhar com inovação”, esclarece.

Inovação

O representante do IBCG acredita que estimular lideranças exponenciais abre caminhos para que a corporação enxergue possibilidades ainda não conhecidas de forma inovadora. “Pelos recortes de vida e vivências das potenciais lideranças, a empresa pode identificar novas maneiras de enxergar o futuro, criar, produzir, economizar, investir, rever fluxos, rotinas, por exemplo”, destaca.

Mascarenhas é enfático em afirmar que na hora de estimular as lideranças, vale o reforço sobre a poder da diversidade. “Pessoas com experiências similares podem ter mais dificuldade de enxergar oportunidades naquilo com que se tem contato no dia a dia”, completa.

Dentro das organizações, o caminho para chegar a inovação através das lideranças é o incentivo à observação atenta dos talentos internos. Albérico Mascarenhas acredita que, ao identificar quem são as pessoas com habilidades e vontade para se desenvolver e se tornar uma liderança exponencial, é indicado trabalhar algum programa de formação interna para novas lideranças. “Nem todas as empresas têm um projeto estruturado de capacitação e desenvolvimento nessa linha, então é possível seguir por um caminho mais simples. Começar com rodas de conversa ou fóruns on-line para troca de experiências, por exemplo”, sugere. 

Para ele, esse tipo de iniciativa não pode ficar apenas no discurso e as corporações devem rever suas políticas internas de sucessão e/ou formação de lideranças, caso não as tenham bem estabelecidas.


4 passos para identificar líderes exponenciais

1.    Mantenha-se aberto para ouvir os pontos de vista da própria equipe;
2.    Incentive a diversidade e a participação dos colaboradores;
3.    Estabeleça trabalhos pautados na transparência, empatia e escuta ativa;
4.    Desenvolva as políticas internas de formação de lideranças. Não tenha medo de investir;

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas